Personalização e praticidade através do smartphone são fruto da transformação digital

A transformação digital é o processo de integração de ferramentas digitais em uma ou mais área de um negócio. Isso não apenas torna negócios mais eficientes e lucrativos, mas muda de forma fundamental como uma empresa opera e moderniza diversos setores da economia.

Todos os sistemas, fluxos de trabalho e até mesmo a cultura da empresa são avaliados durante uma transformação digital e esse transformação que afeta cada nível de uma companhia e tem se tornado cada vez mais popular conta com inúmeros casos de sucesso que podem servir de inspiração.

Diversos exemplos de sucesso podem ser encontrados

Quando se fala em transformação digital um dos principais pontos é a experiência do consumidor, especialmente considerando que há anos ele já passa mais de 6 horas na internet por dia.

Chamada de user experience (UX) ou consumer experience (CX), a chegada de empresas focadas no melhor, mais rápido e mais personalizado atendimento possível criou um ambiente de competição em que o usuário é o grande vencedor.

As expectativas dos clientes nunca foram tão altas quanto nos tempos atuais e empresas renomadas de consultoria como a Gartner afirmaram que atualmente 66% das empresas estão competindo principalmente com base na experiência do cliente e que nos próximos anos esse número deve chegar a 81%.

Nesse sentido existem diversos exemplos de sucesso que cresceram de forma exponencial nos últimos anos. Um dos principais está relacionado ao setor de alimentos, com grande destaque para o delivery de comida.

Antes restrito a telefones e restaurantes de forma descentralizada, a chegada de plataformas como Ifood e Rappi consolidou diversos restaurantes em apenas alguns aplicativos centralizados e permitiu um crescimento de impressionantes 230% entre 2014 e 2019 e até 2024 deve ocorrer mais um salto de 180%.

Essa transformação digital também alterou a forma como os alimentos são produzidos, especialmente em relação ao surgimento da tendência das dark kitchens, que são cozinhas que não recebem clientes e são voltadas unicamente para a entrega dos produtos.

Essas cozinhas devem gerar ate 1 trilhão de dólares no mundo até 2030 e a tendência é que cada vez mais restaurantes de todos os tipos, de simples confeitarias até cozinhas de luxo, adotem essa nova forma devido as facilidades e possibilidades de personalização e venda de itens que ela proporciona.

Outro setor que obteve um crescimento surpreendente através da transformação digital foi o de cassinos e atualmente pessoas de qualquer lugar do mundo têm acesso a modalidades como as temáticas slots.

Enquanto os estabelecimentos físicos continuam limitados principalmente a países na Europa, América do Norte e Ásia, os jogos de cassino online estão livres para conquistar usuários em todos os cantos do planeta através do uso de computadores e dispositivos móveis.

Atualmente o mercado global de cassinos já ultrapassou os 565 bilhões de dólares e está crescendo a uma taxa anual de 5,9%, o que deve fazer com que ele atinja até 127,3 bilhões de dólares até 2027. São mais de 1,5 bilhão de pessoas e nos próximos anos esses números só devem aumentar.

Produção de café também tem passado pela transformação digital

Muitos exemplos de sucesso relacionados a ganhos de produtividade e economia de recursos

Além do crescimento no número de usuários, outro dos principais benefícios da transformação digital é uma melhoria significativa da produtividade e economia de recursos essenciais.

Por exemplo, no setor hoteleiro o hotel de luxo Le Meridien em Goa fez uma parceria com a Schneider Electric para a utilização de um sistema de energia elétrica chamado EcoStruxure que permite que os clientes controlem a temperatura e a iluminação de acordo com as suas preferências com apenas alguns toques.

O melhor de tudo é que o sistema monitora o consumo de energia dos quartos e do hotel como um todo de uma forma muito mais eficiente e permite gerenciar tudo de forma simultânea para consumir o mínimo possível, o que torna o negócio muito mais inteligente e sustentável.

Outro exemplo excelente é a crescente automação no setor agrícola, como a que foi recentemente realizada pela Berto Coffee Roaster.

Principal produtora de máquinas de torrefação de café da Indonésia, a empresa focou no desenvolvimento de uma solução baseada na internet das coisas que melhora de forma significativa as atividades da empresa.

A solução encontrada pela Berto envolveu a mesma EcoStruxure da já mencionada Schneider Electric, mas no lugar de um sistema de energia, aqui houve a criação de uma máquina de torrefação inteligente que permite a realização de análises detalhadas da produção e do operador de forma que o custo de manutenção foi reduzido em 20% e acelerado em 50% – tornando tudo muito mais rápido e prático.

Muitos outros exemplos em diversos setores

A revolução trazida pela transformação digital é inevitável e no futuro será possível observar cada vez mais setores utilizando as diversas ferramentas tecnológicas disponíveis para melhorar seus processos e atrair mais clientes.

Deixe seu comentário