Costumava sair na primeira quinzena de dezembro a liberação para o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o IPVA. Isso para estimular a quitação antecipada, oferecendo mais tempo e o desconto aos motoristas.

Nesse 2020, no entanto, não foi o que aconteceu. Até o momento, o governo estadual ainda não deu andamento à cobrança do imposto, nem repassou nenhum tipo de informação em suas mídias sobre o pagamento neste fim de ano.

Contatada pela reportagem, a secretaria estadual da Fazenda esclareceu o que está ocorrendo. É que, com a questão do fim do seguro DPVAT decretada pelo governo federal; e a falha tentativa do governador em cortar o parcelamento do IPVA – isso chegou a ser anunciado no mês passado, mas repercutiu tão negativamente que ele voltou atrás -, foram precisos maiores análises e ajustes de valor antes dos valores serem repassados para pagamento. Isso, de acordo com a pasta, ainda está sendo feito pela equipe técnica da Adminitração Estadual.

“Deve estar saindo em breve”, colocou a assessoria de imprensa, sobre os valores. Como o governador já garantiu que manterá as regras da competência 2019, haverá desconto de 3% pela antecipação para o contribuinte que fizer o pagamento até o último dia útil de dezembro. Os vencimentos, oficialmente, só começam em 1º de abril, de acordo com o número da placa do veículo.

Deixe seu comentário