Referência agroecológica, a Ecocitrus recebeu visita estrangeira da Nuffield em março de 2016. Foto: Ecocitrus/Divulgação

Visita estrangeira. Agroindústria e usina irão acolher grupo de elite oriundo de cinco países na próxima sexta

Montenegro está novamente na rota de um dos principais programas do mundo que promovem a qualificação, a inovação, o empreendedorismo e a troca de experiências acerca do agronegócio. Por iniciativa da Nuffield International Farming Network — instituição sem fins lucrativos de alcance global — o município será visitado na próxima sexta-feira, a partir das 9h, por dez estrangeiros, que irão conhecer a agroindústria e a usina da Ecocitrus.

“Somos uma referência, por isto sempre solicitam nos visitar e nos conhecer”, destaca Ernesto Kasper, vice-presidente da cooperativa. Em março de 2016, a Ecocitrus já havia recebido um grupo ligado à Nuffield.

Além da cooperativa montenegrina, a missão internacional visitará a Dália Alimentos, em Encantado, e as empresas Biotrigo e Agros, em Passo Fundo e Erechim. Em solo brasileiro desde o último domingo, os “nuffieldianos” têm passagens por Brasília, Cuiabá e São Paulo, mas toda a viagem do programa percorre seis países ao longo de seis semanas.

No Brasil, o roteiro é coordenado pela embaixadora da rede no país, Sally Thomson. Foi ela que contatou Ernesto para incluir a Ecocitrus no mapa de intercâmbio. Segundo ela, a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e a Nuffield Brasil estão em negociação para que a primeira patrocine jovens brasileiros no programa.

Da visita técnica, participarão cinco australianos, dois irlandeses, um neozelandês, uma holandesa e um norte-americano. Todos têm formação e atuam em setores como fruticultura, laticínios, gado bovino, viticultura, grãos, pastagem, insumos e pesquisas na área agrícola. Financiados pelo programa por meio de parcerias da Nuffield com organizações de seus países, os membros, que passam por um competitivo processo seletivo, não apenas conhecem experiências, como também as compartilham posteriormente, mediante relatórios públicos. “O programa é uma grande experiência de autoconhecimento, preparando as pessoas para contribuir com o desenvolvimento do seu setor e a sociedade para o resto da sua vida”, diz, em nota, a organização de origem inglesa.

Inspiração para fazer diferença

Desenvolvido desde 1947 a partir de uma iniciativa do Lord Nuffield, empresário e filantropo britânico, o programa inspira pessoas a fazerem a diferença na agricultura de seus países. As ações focam a capacitação de produtores rurais e demais profissionais do setor, de diferentes países, por meio de “viagens transformadoras” que aumentam o conhecimento, as habilidades e a vontade de fazer melhor. Quando voltam para suas comunidades e ambientes de trabalho, os nuffieldianos compartilham a bagagem adquirida.

A Nuffield International Farming Network reúne cerca 1.800 participantes, além de milhares de outros que se integram à rede após terem participado das conferências anuais ou por serem sido aceitos como membros da instituição. Esses profissionais têm acesso a lideranças do setor agrícola mundial e grande potencial de aumentar o valor da cadeia de produção ao redor do mundo.

O programa proporciona ao participante uma bolsa de 30 mil dólares e 16 semanas de viagens internacionais ao longo de 18 meses, entre outras iniciativas. O nuffieldiano deve buscar informações de ponta sobre um tema relevante para o agronegócio do seu país durante 19 meses e posteriormente divulgá-las em relatório público.

Saiba mais
A Nuffield International Farming Network é uma instituição sem fins lucrativos de alcance global, que reúne profissionais do agronegócio interessados em trocar experiências sobre tecnologias e gestão de ponta.

Deixe seu comentário