Lisi Oliveira e Waldir João Kleber acertam detalhes das qualificações. FOTO: ACOM/PREFEITURA DE MONTENEGRO

Quatro, dos seis cursos profissionalizantes adquiridos pela Prefeitura de Montenegro em outubro do ano passado, começam a ser ofertados a partir de fevereiro, conforme informou a secretaria municipal de Indústria e Comércio, a Smic. As formações são ferecidas através do Senac e serão totalmente gratuitas. São dadas como um caminho para que os interessados se preparem melhor e tenham mais oportunidades na busca pelo emprego.

“Com esses cursos, elas terão mais chance de ingressarem no mercado de trabalho”, pontua a chefe do setor de Alvará da Prefeitura, Lisi Oliveira. Os cursos oferecidos serão de Técnicas Básicas de Limpeza e Conservação, Administração Financeira para o Varejo, Atendimento para Garçom e Técnicas básicas de Operador de Caixa. “Existem restaurantes, por exemplo, que estão com dificuldades de acharem pessoas para trabalhar”, ressalta Waldir Kleber, secretário responsável pela Smic, sobre a importância da oferta.

As datas para inscrições e realização dos cursos ainda não foram divulgadas. No mesmo pacote, os cursos de Excelência no Atendimento ao Cliente e Preparação para o Mercado de Trabalho foram comprados pelo Município no ano passado; mas ficarão para um segundo momento.
Ainda no âmbito da qualificação profissional, o secretário municipal de Habitação, Luís Fernando Ferreira, e a diretora de Políticas de Formação e Qualificação Profissional, Cristiana Gomes, estiveram na Escola Senai nessa segunda-feira, 19, buscando parcerias para a oferta de cursos também através da entidade. A direção do Senai se propôs a reunir informações sobre alguns cursos de interesse da secretaria e fornecer os orçamentos.

A Prefeitura demonstrou interesse, num primeiro momento, em treinamentos para operação de empilhadeira; operação de preparação e soldagem; informática; e confecção, corte e costura – este último é realizado através de uma unidade móvel, que se desloca até os locais onde são formadas as turmas. As qualificações visam atender pessoas de baixa renda.

Deixe seu comentário