A internet não perdoou e memes como o do “churrasco de ovo” bombaram nas redes sociais, ironizando a situação. A procura pelos ovos, aliás, tem crescido no varejo local. Mas este também já encareceu

O preço da carne vem dando uma aliviada nos últimos dias. As reduções, porém, não chegam a recuperar todo o encarecimento da semana anterior. Com a demanda da exportação para a China e a alta anualmente verificada pelas festas de final de ano, os valores praticados em outubro, início de novembro, não devem voltar tão cedo. A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, já disse que acompanha a demanda global pela proteína, mas declarou não ter bola de cristal quanto a normalização dos preços.

Na avaliação da Associação Gaúcha de Supermercados, a Agas, a mais recente diminuição no valor deve-se a lógica básica da oferta e da procura. Como o preço aumentou, o consumidor se segurou na hora de comprar, puxando o valor para baixo com a queda da demanda.

Mas ainda de acordo com a entidade, o gaúcho não está abrindo mão do tradicional churrasco. As vendas de carvão seguem parelhas, com os clientes adaptando o prato principal e aproveitando promoções de salsichão, pão de alho e afins. Cortes mais em conta que os nobres também tem sido mais procurados no varejo.

Deixe seu comentário