Aplicativo está disponível para smartphones dos sistemas Android e iOS. FOTO: DIVULGAÇÃO

Menor Preço. Funcionalidade foi criada dentro do programa da Nota Fiscal Gaúcha

A orientação, em meio a pandemia, é evitar ao máximo circular fora de casa sem necessidade. Com isso, o jeito para ir aos mercados é deixar acumular os produtos que faltam em casa para fazer um “ranchão”, comprando tudo de uma só vez. Só que há um problema. A tão importante pesquisa de preços entre um estabelecimento e outro acaba ficando um pouco de lado diante dessa situação. Mas cabe apelar às novas tecnologias para que essa mudança de comportamento não pese tanto no bolso.

A dica do dia é um aplicativo para smartphone criado pelo Governo do Estado, dentro do programa da Nota Fiscal Gaúcha. Ele já está disponível há algum tempo, mas vem crescendo em popularidade nestes últimos meses. É só pesquisar na loja de aplicativos para Android e iOS por “Menor Preço – Nota Gaúcha” e fazer o download.

A funcionalidade permite que o usuário pesquise o menor preço do produto que precisa comprar numa base de dados com mais de 200 mil estabelecimentos comerciais. Esses preços são atualizados em tempo real, de acordo com as notas fiscais e cupons eletrônicos que cada empresa emite ao vender. Ao atualizar a validade do documento fiscal, a Receita Estadual automaticamente envia para a base do aplicativo o preço praticado sobre cada item, que fica disponível pra consulta dos consumidores.

Basta o usuário digitar o produto buscado ou apontar a câmera para o leitor de código de barras dele que estará tudo ali: todos os preços praticados pelos estabelecimentos em um raio de cinco quilômetros de sua localização (o raio pode ser estendido para até 30 quilômetros); onde o valor é mais barato, dentre outras informações. Veja mais a seguir.

A tela inicial do aplicativo foi atualizada com o item “PREVENÇÃO COVID-19”, que permite a busca por produtos específicos de prevenção a doença: estão ali preços de álcool gel, água sanitária, máscaras e luvas de estabelecimento para estabelecimento.

No exemplo, pesquisamos por álcool gel e escolhemos o 70% da marca Copealcool, com 500g. O aplicativo encontrou o item em três estabelecimentos no raio de 5 quilômetros. No local mais barato, o preço era R$ 9,49. No mais caro, R$ 18,99: mais que o dobro.

Outra funcionalidade é, dentro de cada estabelecimento, comparar as mudanças de preço para o mesmo produto durante uma semana. No exemplo, o tomate de R$ 2,98 foi colocado em promoção num dia para R$ 1,29, retornando, nos dias seguintes, ao valor inicial.

Há sessão de consulta só para combustíveis. O usuário pode ver em lista ou desta forma, em mapa, o valor praticado na venda da gasolina. É possível visualizar pelo mais barato e filtrar por marca e proximidade do local da consulta.

Se ligue!
Os valores do aplicativo sempre são divulgados com base na última nota fiscal emitida pelo estabelecimento até o momento da consulta. Então sempre cabe ficar ligado também na divulgação prévia das ofertas e promoções.

Deixe seu comentário