Alunos da EMEF Mafalda Padilha desenvolveram aromatizantes caseiros utilizando elementos naturais. FOTO: arquivo pessoal

Apresentações na feira acontecem no dia 25 de agosto, de forma virtual

Estudantes de três escolas da rede municipal de Montenegro foram selecionados para a Mostra de Ciências do Clube. Instituída pelo Clube de Ciências de Vassouras, no Rio de Janeiro, a mostra recebeu inscrições de instituições de todo o Brasil para promover a iniciação científica aos jovens.

A competição on-line, que conta com quatro modalidades diferentes, organizadas de acordo com o nível escolar, teve três instituições de Montenegro selecionadas. Na categoria infantil, que conta com alunos que vão da Educação Infantil ao 3º ano do Ensino Fundamental, foi escolhido o trabalho “Por que os pássaros cantam?”, de Juliana Rosa Flach, Yasmin Rosa de Mello e Matheus Langhammer Kettermann, alunos da Escola de Educação Infantil Santo Antônio. Na mesma categoria também foi escolhido o trabalho “Minhocando”, de Aghata Schallenberger de Paula, Enzo Cornelius de Ávila e Helena Ertel Sartor, alunos da Escola Gente Miúda.

Aluna Yasmin Gerhardt mostra o seu trabalho. FOTO: arquivo pessoal

Já na categoria Mostra Jr. I, que abrange estudantes do 4º ao 6º do Fundamental, foi escolhido o trabalho “Sempre fica um pouco de perfume”, de Erick Ost, Nicolas Schossler Gerhardt e Yasmin Gerhardt, alunos da EMEF Mafalda Padilha. Esses trabalhos também participarão da Feira Municipal de Iniciação Científica (FEMIC) de Montenegro, que acontecerá, neste ano, de forma on-line.

A professora da escola Mafalda Padilha, Aline Kerber Bruniczak, conta que o trabalho foi realizado pensando no meio ambiente, extrativismo, consumo consciente e nos impactos ambientais. “Participamos de uma live com um educador ambiental da Braskem trazendo o tema. Então, os desafiei a pesquisar e testar possibilidades de aromatizantes caseiros, utilizando elementos naturais que tenham disponível em casa ou nas plantações das famílias”, conta a professora, que também é diretora na escola localizada em Campo do Meio, interior de Montenegro.

Erick Ost, aluno da escola Mafalda Padilha, conta que adorou fazer a atividade. “Fazer esse trabalho foi muito legal, eu não sabia que misturando esses itens da natureza iria dar um perfume tão cheiroso e bonito”, conta estudante. Agora eles aguardam para apresentar o trabalho no próximo dia 25 de agosto. “As expectativas são as melhores possíveis, a gente está muito feliz de participar da feira e estamos na torcida para que o nosso trabalho seja escolhido”, afirma Erick.

Segundo a secretária de Educação e Cultura, Ciglia da Silveira, é muito gratificante ver alunos e professores se destacando. Ela ressalta que, além do fato dos alunos aprenderem mais com as mostras, o reconhecimento os motiva a continuar na pesquisa. “Quanto mais os alunos estiverem engajados no estudo, mais fácil poderão se desenvolver dentro de sala de aula”, enfatiza a secretária.

Deixe seu comentário