Tânia Maria Vargas, Florêncio Castilhos da Silva e Milena Bitencourt: parceiros possibilitam a realização do curso de elétrica residencial e eletrônica

Um projeto social que será ministrado na Associação Comunitária do Bairro Municipal trará a oportunidade de aprendizado em elétrica residencial e eletrônica para jovens a partir dos 14 anos. O curso, intitulado “Saber nunca é demais”, é uma parceira entre a associação do bairro, o membro da comunidade acadêmica Tecnociência Florêncio Castilhos da Silva e a psicóloga Milena Bitencourt.

O público-alvo, de acordo com Florêncio, é principalmente jovens em vulnerabilidade social. Ele será o responsável por ministrar as aulas. Exige-se que os interessados estejam matriculados na escola, independentemente da série. “A comprovação da matrícula escolar é indispensável na hora da inscrição”, afirma. Ao total, serão 90h de aulas teóricas e práticas, administradas no contraturno escolar e em pelo menos uma manhã e uma tarde. Os dias ainda serão definidos.

A ideia de oferecer um ensino profissionalizante partiu de Florêncio. Ele, que já lecionou para adolescentes do Prosepa, projeto social junto à Brigada Militar, ficou inconsolado com o fim das aulas, há dois anos. “Quando encerrou o programa fiquei com isso na cabeça, de continuar ajudando esses jovens em situação de fragilidade. Como moro há 20 anos no Municipal, resolvi buscar uma cooperação aqui mesmo”, declara Florêncio.

Para que a formação profissional seja concretizada, haverá uma avaliação final. Será aprovado e receberá certificado o estudante que tiver um aproveitamento mínimo de 80%.
A emissão do diploma será pela Global Escola Profissionalizante, que há 15 anos tem filial em Montenegro. “O curso é, sobretudo, uma oportunidade. E a parceria com uma empresa particular, como a Global, é para incentivar outros empresários a contribuírem com a nossa sociedade”, explica.

Ajuda ao próximo
A iniciativa foi prontamente aceita por Tânia Maria Vargas, 56 anos, que ocupa há dois anos o cargo de presidente da Associação Comunitária do Bairro Municipal. “A associação existe para ajudar o próximo. Inclusive, diversas atividades sociais foram e continuam sendo ministradas no espaço. Todas sempre visando trazer algum auxílio, em qualquer aspecto que seja, para as pessoas”, afirma.

A psicóloga Milena, de 36 anos, que atua em consultório, fazendas terapêuticas e no setor de hemodiálise do Hospital Montenegro, afirma que também não pensou duas vezes em participar. A contribuição dela é a partir de conversas semanais ou mensais, conforme necessidade, com os alunos. “À medida que eu for conhecendo os alunos, pretendo agregar as famílias deles e realizar um segundo grupo.Principalmente para sanar dúvidas e dar orientações. Um momento de conversas e escuta”, afirma.

Em busca de apoio
Em sua primeira edição, o curso profissionalizante já tem apoio de algumas empresas. Porém, para concretizar de vez, ainda faltam alguns detalhes, ou seja, materiais de trabalho. Florêncio diz que procura a ajuda de uma gráfica que possa imprimir gratuitamente as apostilas dos alunos. Giz, lousa, canetas e outros materiais escolares também são necessários para que os estudos possam começar. Quem tiver interesse pode comparecer sem medo e contribuir com esse gesto de auxílio ao próximo. “Está faltando muito isso na nossa sociedade. De pensar no outro, preocupar-se em proporcionar algo bom, ajudar”, completa.

Conteúdo dos cursos
Eletricidade residencial (teórica/prática)
Fundamentos básicos de eletricidade
Corrente alternada e contínua
Instalações elétricas e residenciais
Cálculos elétricos diversos
Componentes elétricos e suas finalidades
Leitura de projetos elétricos residenciais
Eletrônica para principiantes (teórica/prática)
Montagem de circuitos como Dimer, Timer, luz sequencial, interruptor por toque, alarmes, relé fotoelétrico, sensor de umidade e pirógrafo

Inscrição 
Para os interessados, o primeiro passo é ligar para 985078437 ou 980532073 e agendar com Florêncio o preenchimento da ficha de inscrição. Menores de idade deverão ter um termo de autorização assinado pelos responsáveis.

Deixe seu comentário