Jhozy Azeredo aprendeu a fazer diversos tipos de tranças quando criança

A trancista Jhozy Azeredo deu um show de penteados afros nesta terça-feira, 19, durante a oficina no Maria Maria, núcleo de mulheres da Cufa, na Vila Esperança. Ela realizou a atividade gratuitamente, para que todas pudessem aprender a fazer as tranças.

Ela defende que os penteados são uma forma de empoderamento. Jhozy afirma ainda que outros fatores ajudam a melhorar a auto-estima da mulher negra. “A maquiagem também foi e é muito importante para emponderar”, salienta, ao lembrar que hoje existem mais opções de produtos para vários tons de pele negra.

Jhozy aprendeu a fazer vários tipos de tranças e penteados ainda durante a infância e adolescência, já que não tinha condições financeiras de pagar para que outras profissionais o fizessem. “Nossas crianças de hoje são o futuro de amanhã, temos que emponderar elas também”, ressaltou, durante o bate-papo que ocorreu junto da oficina de penteados.

Deixe seu comentário