Foto: arquivo Ibiá

Assessora administrativa da Viação Montenegro (Vimsa), Aline Riffel explica que desde o dia 13 de outubro, o limite de ocupação da linha de transporte passou de 60% para 70%. A medida segue decreto do Estado. “E conforme normatizações, não são permitidos mais embarques com excedente”, relata. Com o retorno gradual das atividades, segundo Aline, há a projeção de aumento na oferta de horários das linhas.

“O momento é sensível para o transporte coletivo, pois há uma sazonalidade em termos de operação e falta de previsibilidade quanto a demanda existente. Com as determinações quanto à ocupação, atingindo o limite, a orientação é não permitir o embarque. Somos penalizados caso ocorra excedentes”, detalha.

Aline pontua que há dificuldade em conseguir reforço nestas linhas com maior quilometragem. “O tempo de deslocamento e o déficit gerado não são mais suportados pelo sistema. Tivemos que manter a operação durante o período que houve um fechamento total dos estabelecimentos, gerando um prejuízo enorme”, completa.

Alguns passageiros da Viação Montenegro foram afetados com as linhas cheias na última sexta-feira, 9, às vésperas do feriadão prolongado. Enquanto aguardavam a linha Porto Alegre para retornarem a Montenegro no final da tarde, foram deixados na parada. Israel da Silva, que trabalha em Nova Santa Rita, esperava, juntamente de outros dois passageiros, o transporte.

“Costumo voltar todos os dias de ônibus do trabalho, sempre no mesmo horário. Mas sexta-feira, quando estava na parada, o transporte passou lotado e não parou. Fiquei esperando o próximo, fiz sinal e aconteceu o mesmo. Isso ocorreu na parada do posto Buffon em Nova Santa Rita”, afirma.

Com insegurança de serem deixados novamente, a decisão foi dividir o valor de um Uber até Montenegro. “Estava bem cansado, então por morar em outra cidade, fiquei apavorado assim como as outras pessoas”, pontua.

Joana Castro também costuma pegar o ônibus no mesmo ponto diariamente. Casualmente, no dia, não estava. “Mas soube que eles chegaram às 22h em casa porque precisaram ir de Uber”, conta.

Deixe seu comentário