No último dia 25, trecho da rua ficou com trânsito totalmente interrompido. Foto: Divulgação/Acom Montenegro

Previsão é de que o serviço em dois trechos da via dure cerca de duas semanas

Depois de muitos transtornos causados por rompimentos de adutora, dois trechos da rua Ramiro Barcelos passarão por obras a partir desta segunda-feira, 15. A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) realizará a troca de adutora e conexão dos ramais de distribuição primeiramente do trecho entre as ruas Osvaldo Aranha e Olavo Bilac. Depois, a obra avançara até a rua São João. A previsão é de que a obra dure cerca de duas semanas, com interrupção total de trânsito e, ocasionalmente, também de água.

Com uma rede de 325 quilômetros, fora a metragem de aproximadamente 18 mil ramais, o ponto mais crítico em Montenegro é na rua Ramiro Barcelos, local de maior movimento do município. Ainda no dia 25 de janeiro, dois grandes rompimentos causaram transtornos justamente na via mais acessada.

No dia 28 de janeiro, em um encontro realizado na Câmara Municipal, Vereadores, representantes da Corsan e da Prefeitura estiveram reunidos para debater os frequentes vazamentos e faltas de água, bem como buracos em aberto na cidade. Durante a conversa surgiu a possibilidade de finalmente realizar a intervenção. “A participação da Prefeitura limitou-se a sugerir o início durante o Carnaval, aproveitando um período de menor movimentação na cidade, a partir de um consenso com as associações empresariais (Sindilojas, ACI e CDL)”, explica a Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

Segundo o coordenador operacional da unidade de Montenegro da Corsan, Ângelo Marcelo Faro, há pelo menos três anos há a intenção de concluir essa obra. “Não foi feito nesse tempo todo porque a gente sabe que a Ramiro é uma rua de comércio, complicado, e estava faltando a oportunidade de parar, porque nós vamos ter que interromper em vários momentos 100% do trânsito na rua”, diz.

Ele explica que essa é a finalização da obra de uma adutora feita na rua Coronel Antônio Inácio, depois na Santos Dumont. Há cerca de dois anos, durante o período de Carnaval, foi realizado o trecho da Osvaldo Aranha até a Santos Dumont e posteriormente a obra de interligação na esquina da Santos Dumont com a Ramiro Barcelos. “Ficou faltando um trecho que é da Osvaldo Aranha até a São João, pela Ramiro e mais uma parte da Olavo Bilac até o Correio novo, e tem que ser feito junto”, fala Ângelo.

Trânsito interrompido
Serão duas semanas de serviços na Ramiro. A primeira será para instalação da tubulação e interligação, e a seguinte será para o repavimentação. Em caso de chuva intensa a obra pode sofrer atrasos. De acordo com coordenador operacional da Corsan de Montenegro, o trânsito será o mais impactado durante a ação. “É uma obra grande, vai haver muitas interrupções daquela quadra da Ramiro em 100%, porque tem que fazer todas as travessias dos ramais de ligações. Mas ao mesmo tempo pouca gente vai sofrer com falta d’água”, comenta.

A interrupção de abastecimento será momentânea, e Ângelo ressalta que os comerciantes ou moradores que possuírem reservatório particular não sentirão a falta de água. “Nós pedimos que todos respeitem e cumpram o desvio”, completa. Ele explica que basta desviar pela rua João Pessoa ou pela Capitão Cruz, que não haverá problemas.

Deixe seu comentário