Fé e emoção estiveram presentes durante a celebração. FOTO: ARQUIVO PESSOAL

No próximo domingo, 2, é celebrado o Dia de Iemanjá. Para homenagear a Rainha do mar, que na religião católica é reverenciada como a Nossa Senhora dos Navegantes, um grupo de umbandistas e simpatizantes de Montenegro estiveram na Praia da Terezinha, em Imbé, no último fim de semana.

Munidos de flores e muita fé, devotos montenegrinos partiram para o litoral gaúcho para realizar um ritual que se repete há 10 anos, como explica Mãe Mary de Oyá, dirigente espiritual do Ilê Agbara Oyá Ati Oxalá. “Todo ano organizamos uma excursão até a para realizar os reforços e prestar nossas homenagens em uma celebração que dura quase toda a noite”, detalhe a dirigente. “Nesse período do ano, muitos fazem promessas para ela pedindo um ano mais próspero”, completou.

Yemanjá é uma orixá feminina das religiões de matrizes africanas. O seu nome tem origem nos termos do idioma Yorubá “Yèyé omo ejá”, que significam “Mãe cujos filhos são como peixes”. No Brasil, a entidade recebe diferentes nomes, como Dandalunda, Inaé, Ísis, Janaína, Marabô, Sereia do Mar, etc. “Ela é mãe de todos os orixás e representa força, equilíbrio e proteção, já que somos todos seus filhos e filhas”, explica Mãe Mary, destacando que cada casa celebra a data de maneira autônoma.

“Sempre fazemos nossas homenagens um pouco antes da data porque alugamos um espaço na praia e, assim, temos mais tranquilidade, mas isso não é uma regra”, destacou a guia espiritual. “Outra coisa muito importante, é que não usamos nada que polua o meio ambiente, e após as atividades, todo o lixo foi recolhido” frisou.

Deixe seu comentário