Cinco moradores haviam tomado a atitude de colocar a cerca

Na manhã de ontem, a Secretaria Municipal de Habitação, Desenvolvimento Social e Cidadania fez a retirada de um cercamento irregular feito em uma área verde no Bairro Estação. A situação foi noticiada pelo Jornal Ibiá na última sexta-feira e vinha causando polêmica. As cercas haviam sido colocadas por moradores na tentativa de refrear tentativas de invasão no local, por pessoas que buscavam construir.

A área pertence, em parte, ao Daer – sendo o recuo da RS-124 – e, em parte à Prefeitura. De acordo com o Secretário João Marcelino da Rosa, mesmo que o intuito da cerca tenha sido relacionado com a possibilidade de invasão para uma posterior construção, a atitude foi incorreta. “Também é um processo de invasão. E se, depois de cercado, alguém constrói, o processo para reintegração de posse é muito difícil”, explica. O mesmo vale para a prática de plantar na área, outra coisa que acontecia. “Então agora eu decido plantar e cercar por conta própria? Não existe nenhum acordo, nenhum contrato que justifique.”

Sobre os possíveis invasores da área, agora que já não existem as cercas, Marcelino afirma que, caso ocorra algo, uma atitude será tomada. “Se surgir gente, nós vamos lá e vamos tirar. A nossa parte nós fizemos dessa questão. Qualquer área que seja invadida, se nós formos chamados, nós fazemos. O processo é esse”, coloca. Segundo ele, toda a retirada se deu de forma tranquila junto dos moradores. O titular da pasta frisa, ainda, que a Administração Municipal está buscando a elaboração de um programa de habitação para o município, tendo ocorrido, inclusive, uma reunião ontem com a Cooperativa Nacional de Habitação com este intuito.

Deixe seu comentário