Para a Educação foram R$ 2,5 milhões. Foto: Divulgação/Acom

Em três dias, gestores garantiram R$ 7,7 milhões à cidade

Na última semana, o prefeito Gustavo Zanatta e o vice-prefeito, Cristiano Braatz, foram a Brasília para cumprir agenda de reuniões e audiências em Ministérios e em gabinetes na Câmara dos Deputados. Com projetos em mãos, os governantes acertaram a vinda de R$ 7,7 milhões em melhorias.
Em entrevista à Rádio Ibiá Web, nessa segunda-feira, 9, ambos explanaram sobre a sua ida a Brasília nos dias 2, 3 e 4 de agosto e os impactos para o município. “Essas agendas já estavam pré-definidas através do gabinete do deputado Osmar Terra, e coincidiu também com a oportunidade do prefeito Gustavo Zanatta estar em Brasília para o lançamento do Criança Feliz, em que o município também aderiu”, explicou Braatz.

O Criança Feliz é um programa onde as famílias recebem orientações de promoção ao desenvolvimento infantil; considerado o maior programa de visitação domiciliar do mundo voltado à Primeira Infância. Além disso, foi lançado através do Ministério da Cidadania o “Mês da Primeira Infância”, no qual o prefeito e o vice de Montenegro estavam entre os cerca de 100 convidados de todo o país. Em Montenegro, a programação é organizada pela Secretaria Municipal de Habitação, Desenvolvimento Social e Cidadania e deve ser divulgada nos próximos dias.

Com a viabilização do deputado federal Osmar Terra (MDB), Zanatta e Braatz apresentaram projetos ao ministro da Educação, Milton Ribeiro, e ao presidente do Fundo Nacional de Educação (FNDE), Marcelo Ponte. Entre as demandas apresentadas estão o custeio do transporte escolar ao longo dos próximos quatro anos; a compra de um ônibus escolar adaptado ao transporte de crianças e adolescentes com necessidades especiais; a compra de um caminhão refrigerado, e substituição de equipamentos das cozinhas em várias escolas.

Ao todo, foi garantido em torno de R$ 2,5 milhões para a educação. “Desde que eu assumi a gestão, a gente sabe que é trocar o telhado de uma escola, tem que fazer toda a manutenção de outra, problema de elétrica, etc…”, assume o prefeito.

No Ministério da Agricultura a Administração encaminhou projetos de R$ 2,6 milhões. Os recursos serão destinados à aquisição de duas retroescavadeiras, um caminhão 4X2, equipamentos para uma patrulha e um caminhão que será integrado ao conjunto. Além disso, uma motoniveladora para uso na conservação das estradas. O Executivo também reforçou o pedido de valores já cadastrados para custeio na saúde, no valor de R$ 1 milhão. De acordo com Braatz, os recursos devem ser incluídos no orçamento de 2022. “Depende do orçamento do Ministério. Está muito enxugado em função da pandemia”, fala.

Parceria
Para Zanatta, a possibilidade de fazer reivindicações com os Ministros contando com o apoio de deputados é muito importante. “Esse espaço muitas vezes a gente só consegue porque nós temos credibilidade. A cidade começa a ser enxergada novamente através de nós, uma gestão nova que as pessoas estão acreditando”, diz. Ele ressalta que o apoio dado pelos deputados também influencia na abertura com ministros. Além disso, explica que a conversa com deputados ocorreu com diversos partidos, visando buscar em todos os meios o apoio necessário.

Município aderiu ao programa Criança Feliz Foto: Divulgação/Acom

Emendas
Na viagem, prefeito e vice também conseguiram emendas parlamentares para diversos projetos. Na área do turismo e lazer ambos encaminharam um projeto visando a construção de um espaço de informações turísticas no Parque Centenário. A documentação foi deixada com o deputado federal Jerônimo Goergen (Progressistas), que prometeu apoio.

No local, haverá guias culturais, de compras, além de mapas com rotas turísticas e folhetos de visitação. “Essas emendas são para o ano que vem, a não ser que entre alguma emenda extra-orçamentária, mas já temos a sinalização do deputado”, fala o vice. Cerca de R$ 70 mil devem ser encaminhados.

Ainda neste segmento, o prefeito reforçou, no gabinete do deputado Marcelo van Hattem (Novo), a solicitação de verbas de aproximadamente R$ 950 mil, também por meio de emenda, para a revitalização do Balneário Municipal Afonso Kunrath. “Essa é uma proposta nossa que vem da campanha. Nós vamos fazer a revitalização e trazer de volta o balneário. É uma demanda muito grande que as pessoas pedem”, fala Zanatta. De acordo com o prefeito, assim que a ponte de acesso for finalizada, o Executivo iniciará trabalho de abertura da estrada, limpeza e o início da revitalização.

Sobre a possibilidade de um ecônomo se responsabilizar pela administração do local, o vice-prefeito explica que esse é o caminho da modernidade. “O poder público não pode ficar querendo perder seu tempo administrando espaços como este, que tranquilamente a iniciativa privada pode ter”, diz. Outra área que o governo também aponta a administração por ecônomo é o restaurante do Parque Centenário.
Além disso, no gabinete do deputado Márcio Biolchi (MDB), foi acertado a destinação de R$ 250 mil para capeamento asfáltico. A via será definida posteriormente.

Também para 2022 foi prometido pelo deputado federal Bibo Nunes (PSL), emenda de R$ 250 mil para construção de uma praça na esquina das ruas Porto Belo, Copacabana e Tramandaí, no bairro Centenário. O projeto contempla novas calçadas com acessibilidade, pavimentação no interior da praça, brinquedos, iluminação, espaços de convivência, lixeiras, bicicletários e paisagismo.

Outra demanda – que deu o que falar – foi recursos para a construção de um “ParCão” nos fundos da Estação da Cultura. Através de uma emenda ao orçamento da União, no valor de R$ 150 mil, a deputada federal Maria do Rosário (PT) irá encaminhar as verbas para o local que será cercado, e terá a instalação de bancos para as pessoas e de rampas, túneis e obstáculos, entre outros equipamentos, para os animais se exercitarem.

“Ter um espaço apropriado para que elas (pessoas) possam usufruir com o seu animalzinho é fundamental. Isso não quer dizer que a gente está fechando os olhos para os reais problemas do município”, fala o vice-prefeito. Segundo eles, através de emenda no próximo ano o castramóvel está por vir.

Diárias
Outra “polêmica” envolvendo a viagem a Brasília de Zanatta e Braatz foi quanto as diárias. Nas redes sociais, a ida dos dois ao centro político do País foi criticada devido os custos envolvidos.

Entretanto, no programa Estúdio Ibiá, o prefeito relatou uma mudança realizada nas diárias. “O prefeito quando ia a Brasília ele ganhava uma média de R$ 1,6 mil/dia. O dinheiro que sobrava não tinha como voltar, ficava no bolso do prefeito e vice. Nós alteramos a lei, que de R$ 1,6 mil a diária, nós passamos para R$ 750 reais, e desses R$ 750 o que for gasto acima disso a gente gasta dos nossos próprios bolsos, e abaixo a gente tem que devolver”, fala.

De acordo com Zanatta, em três dias ele gastou R$ 1.137,12 com alimentação e hotel, e ganhou R$ 2.250,06. O restante será devolvido aos cofres do município. “Isso é o mínimo que a gente tinha que fazer”, completa.

Deixe seu comentário