Dentre as ações destacadas no Plano está o investimento no Morro São João. Foto: Arquivo Ibiá

Parceria. Documento foi criado em conjunto com a comunidade

Após mais de dois meses de estudos, envolvendo o Conselho Municipal de Turismo, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), lideranças locais e empreendimentos turísticos, foi concluído o Plano Municipal de Turismo de Montenegro. Com 107 páginas ao todo, o Plano traz um diagnóstico detalhado para o turismo no Município, com suas forças, fraquezas, ameaças e oportunidades, assim como um plano de ação.

A construção foi realizada em oficinas on-line envolvendo a comunidade, e segundo o diretor de Turismo de Montenegro, Jaime Buttenbender, essa coletividade é muito importante. “Tem que ser feito assim, porque como fazer um plano de turismo sem consultar a população? principalmente quem trabalha diretamente com o turismo que são os hotéis, as pousadas, os restaurantes, e assim por diante”, fala. O plano teve a consultoria técnica da mestre em Turismo Ivane Maria Remus Fávero, especialista em Gerenciamento do Desenvolvimento Turístico e em Gestão Pública Municipal.

Gestor de projetos do Sebrae RS, Rubem Schollmeier, relata que agora é necessário aproveitar o documento para que todo o trade turístico seja beneficiado. “A retomada do turismo é extremamente importante, porque foi um dos setores mais impactados na economia, por restrições da pandemia, e justamente o plano é a oportunidade também de desenhar novas estratégias para a retomada do turismo”, diz.

Entre as ações propostas pelo Plano Municipal de Turismo está a criação da Política Municipal do Turismo, o estímulo à ampliação da oferta gastronômica com a utilização de produtos da região e a criação de um calendário de eventos turísticos, unindo os eventos públicos e privados, além da promoção de uma festa municipal. O documento também aponta ações como implementação de Wifi nas áreas públicas; projeto e implementação de placas de sinalização turística, e abertura do Museu Municipal e a Estação da Cultura aos finais de semana para atender os turistas.

Entrega comentada ocorreu na Câmara de Vereadores

No Plano também consta que Montenegro é o único município do Vale da Felicidade categorizado como C no Mapa do Turismo Brasileiro, elaborado no âmbito do Programa Nacional de Regionalização o Turismo, do Ministério do Turismo. Os demais municípios estão classificados nas categorias D e E. As categorias vão de “A” a “E”, sendo que “A” representa as capitais e os municípios com maior fluxo turístico, maior número de estabelecimentos, empregos e arrecadação de impostos federais no setor de hospedagem, enquanto “E” representa os municípios que zeraram as cinco variáveis: quantidade de empregos e estabelecimentos formais em hospedagem, estimativa de turistas internacionais e domésticos e arrecadação nos estabelecimentos de hospedagem.

Para o prefeito Gustavo Zanatta, Montenegro tem lindos pontos para serem visitados. “O Morro São João e o Rio Caí são molduras para centenas de selfies todos os dias, assim como o Parque Centenário, a Estação da Cultura e todo o nosso interior. Quando assumimos a Administração, assumimos também o compromisso de construir uma nova cidade, em que todos estes locais fossem revitalizados e melhor aproveitados. Isso está sendo feito e faremos muito mais”, garantiu o prefeito. Todo o plano pode ser acessado AQUI.

Deixe seu comentário