A gerente Cleusa Marca diz que a obra, agora, só depende da Caixa

Até o fim do ano, deve estar concluído o asfalto da rodovia Transcitrus, no trecho que liga Montenegro a Maratá. Uma nova fase do projeto, de 930,33 metros de extensão, que vai da divisa entre os dois municípios, em Vitória, até a localidade de Santos Reis, terá seu asfaltamento liberado nos próximos dias. A obra será realizada pela Construtora Giovanella Ltda, que já atuou em outras etapas e venceu a licitação. O contrato está assinado.
A gerente de contratos e convênios da Prefeitura, Cleusa Marca, explica que o começo dos trabalhos só depende de uma autorização de início das obras emitida pela Caixa, agente financeiro do projeto. “Depois de assinado o contrato entre a Prefeitura e a empresa, a gente remete toda a documentação do processo para a Caixa, onde uma equipe de técnicos revisa tudo. Não havendo problemas, sai a autorização”, explica. A gerente ressalta que o banco não tem profissionais na quantidade necessária para atender a todas as demandas das prefeituras com a agilidade desejada. “Por isso, não é possível arriscar datas”, lamenta.

De acordo com o contrato, a execução dos trabalhos vai custar R$ 874.697,71. Desta soma, R$ 672.469,46 referem-se aos materiais que serão empregados e R$ 202.228,25 à mão de obra. O prazo de execução será de seis meses. Pelo Município, a fiscalização das obras caberá à engenheira civil Mileide Caroline de Oliveira Cardoso.

O projeto da Rodovia Transcitrus foi construído há mais de dez anos, com a participação dos municípios de Brochier, Maratá, Pareci Novo, Poço das Antas e São José do Sul. Montenegro aderiu mais tarde. Seu objetivo é promover uma mudança no cenário econômico da região, possibilitando a criação da rota turística Caminho dos Vales. Proporcionando a exploração de turismo local, a Rota fará a ligação entre pontos turísticos da região que, mesmo de forma isolada, já atraem visitantes. O asfaltamento das estradas de chão que ligam a estes locais é o principal foco da iniciativa.

Deixe seu comentário