Consulta popular para separação do três Estados do Sul e formação de um país acontece em outubro, 7. Foto: arquivo pessoal

Em 2016, a consulta popular que objetiva a separação dos três Estados do Sul para formar um país independente arrecadou 680 mil votos

Representantes da comissão local do movimento separatista “O Sul é meu País”, presidente Rosani Schirlei Rosa de Ávila e o tesoureiro Martin Keller, convidam toda a população de Montenegro e região para nova consulta popular que será realizada no dia 7 de outubro, sábado, das 8h30min às 17h. A urna do Atacado Via II encerrará as atividades às 20h.

Chamada Plebisul Consulta Popular, a votação tem como objetivo consultar os gaúchos sobre a separação dos três Estados da região Sul do Brasil para a criação de um país independente.

A necessidade é arrecadar um milhão de assinaturas para que um plebiscito extra-oficial possa ser formalizado no Congresso Nacional. No ano passado, Rosani, que trabalhou como voluntária nas urnas, afirma que aproximadamente 680 mil votos foram coletados.

“Sabemos que precisamos dos três Estados juntos para formarmos uma potência. Essa situação econômica caótica do Rio Grande do Sul, em que a dívida com a União só aumenta, é a mesma que se encaminha a Santa Catarina e Paraná. A ideia de separar é em virtude da corrupção que vem sendo enfrentada e à quantidade de impostos pagos à União pelo Estado”, destaca.

A proposta de modelo do novo país, de acordo com Martin, é municipalista, descentralizado, onde o próprio município tem autonomia. “Copiar de países em que essa gestão deu certo, nos moldes suíços ou americanos”, enfatiza Martin.

Com adesão maior a cada ano, Rosani explica que caso o número de assinaturas necessárias para oficializar o plebiscito não seja arrecadado neste ano, em 2018 haverá nova tentativa. E apesar do número crescente de favoráveis à separação, há ainda a dificuldade em conseguir voluntários para trabalhar nas urnas no dia de votação.

“Estamos atrás de recursos e voluntários, já que o movimento não tem verba financiada. Os custos próprios são arcados. Às pessoas que tiverem interesse, basta se inscreverem no site. Estamos em uma situação de muita proximidade de alcançarmos o objetivo, e se não tentarmos, não ficaremos sabendo. Se todos se envolverem e contribuírem, construiremos um país decente”, conclui Rosani.

Locais de votação em Montenegro

Atacado Via II, bairro Estação
Mercado Padre Reus
Parque Centenário (portão 1)
Área verde do Germano Henke
Praças Dos Ferroviários e Rui Barbosa
Mercado Certo
Barbearia Stilo, Timbaúva

Deixe seu comentário