Um trecho de 240 metros está recebendo calçamento com PVS, porém ainda há outro, de 250 metros, que ainda não recebeu a intervenção

Pavimentação e boca de lobo estão entre as pautas tratadas

Em busca da melhora na estrutura da rua Bélgica, moradores do bairro Imigração realizaram, na última semana, uma reunião pleiteando saneamento básico e calçamento de toda a via. Organizada pelos moradores do bairro, a reunião contou com a presença também de vereadores e do Executivo.

“Gostaríamos muito que a nossa rua fosse toda pavimentada, porque todo mundo aqui passa trabalho com isso”, declara uma das moradoras, Maria Cristina Ferreira. Recebendo calçamento de PVS em 240 metros de extensão, o local ainda precisaria de uma intervenção em um trecho de 250 metros para abranger toda a rua.

A obra é realizada pela Prefeitura de Montenegro, que em outubro anunciou o prazo de três meses para a sua conclusão. Na mesma ocasião, o prefeito Gustavo Zanatta adiantou que, neste ano, a Administração faria a segunda parte da obra, ou seja, o trecho que falta, de aproximadamente 250 metros. “A gente está aproveitando para reforçar a demanda, já que estão arrumando uma parte aqui”, fala Maria. Presente na reunião, Zanatta reafirmou seu compromisso. “Se eu disse que vai ser feito, vai ser feito”, completa.

Além disso, os moradores também questionaram sobre o saneamento básico e soluções para o sistema de esgoto da rua. Um dos grandes problemas é uma boca de lobo, localizada próxima à casa de Maria Cristina. “É onde desemboca tudo de banheiro e cozinha da outra rua. Ali é uma boca de lobo que está quebrada”, fala.

A moradora Maria Cristina mostra o local onde a boca de lobo quebrada está localizada

Segundo ela, há mais de quatro anos é solicitada ajuda para solucionar este problema. “Tem dias que não se aguenta o mal cheiro, porque vem pra dentro de casa”, diz. Outra moradora também citou que deseja dar um encaminhamento correto para o seu esgoto, porém o sistema não existe na rua Bélgica.

Segundo nota encaminhada pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura, já existe processo em andamento para abrir uma licitação para o calçamento dos 250 metros que ainda faltam. “A previsão é de que na metade de fevereiro seja lançado o edital e lá por março já tenha a empresa vencedora”, esclarece a nota. Apesar de não haver prazo para término, a expectativa é que a intervenção ocorra em cerca de três meses.

Sobre a drenagem pluvial (coleta de água da chuva, calhas da casa), a nota informa que as duas etapas prevêem soluções para a rua Bélgica. “Não há rede de esgoto. O que ocorre é o tratamento individual em cada lote com fossa, filtro e sumidouro, que é ligado ao sistema de drenagem pluvial”, encerra.

Deixe seu comentário