É durante a primeira infância que o cérebro mais se desenvolve. Foto: Reprodução/Pexels

Agosto. Eventos online e presenciais serão realizados

Pela primeira vez, Montenegro terá uma programação dedicada ao mês da Primeira Infância. Celebrado em todo o Brasil, o evento é promovido pela Prefeitura Municipal de Montenegro, por meio das secretarias de Saúde (SMS), Habitação, Desenvolvimento Social e Cidadania (SMHAD) e Educação e Cultura (SMEC), e terá diversas atividades que se estenderão até o final de agosto.

Com o objetivo de divulgar para toda a comunidade os estímulos, conhecimentos e experiências referentes ao desenvolvimento infantil, o mês da Primeira Infância terá a sua programação lançada oficialmente na manhã desta quarta-feira, 11, na Estação da Cultura. Além das atividades tradicionais, como participação em eventos online, divulgação com folders e cartazes, a programação também contará com ações voltadas ao público infantil, como a Hora do Conto, que será produzida por meio virtual pela Biblioteca Pública Municipal.

Segundo a diretora de Políticas de Formação e Qualificação Profissional, Cristiana Gomes, diante da necessidade de focar cada vez mais em ações para promover o desenvolvimento das crianças na Primeira Infância, diversas secretarias se uniram para organizar propostas que serão desenvolvidas no mês de agosto. “Desejamos que o Mês de Agosto seja infantil e cheio de prioridades. A criança é a base do nosso futuro, investir na criança é política séria, é comprometimento”, enfatiza.

Programação
11/08 – Abertura do Mês da Primeira Infância (cerimônia, falas e palestras), às 9h, na Estação da Cultura
De 11 a 19/08 – Hora do Conto: Cuidados quanto à higiene. Acesso através do Facebook da Prefeitura Municipal de Montenegro
De 13 a 27/08 – Confecção de cartazes da Escola Municipal de Educação Infantil Gente Miúda para divulgar os estímulos necessários para o desenvolvimento infantil
De 24 a 31/08 – Semana do Brincar, atividades nas escolas municipais.
Todo o mês – Divulgação nos postos de Saúde de Montenegro sobre o “Agosto Dourado”

Deixe seu comentário