Angela juntamente com Claudir, que gosta de passar o dia no Centro de Conveniências Geriáricas

No Centro de Conveniências Geriátricas é possível passar o dia ou um turno

A cada ano que passa, cresce a expectativa de vida, fazendo com que a fatia de idosos seja cada vez maior no bolo da população. Nesse contexto, surgem serviços para suprir as necessidades que a longevidade ocasiona, entre os quais, um lugar para os idosos interagirem e passarem o dia em segurança, de forma saudável e divertida. Nesse cenário, surge uma “creche” para idosos em Montenegro.

O Centro de Conveniências Geriátricas Arcanjo Miguel foi criado há cerca de um mês por Cátia Lúcia dos Santos Rodrigues e Angela Cristiane Dahmer. Em uma casa ampla, bem ventilada e com boa iluminação natural, elas recebem idosos para passar o dia ou um turno, proporcionando convivência, estimulando a criatividade, saúde física e mental.

Cátia e Angela citam a oferta no Centro de serviços especializados

Angela é técnica em enfermagem, trabalhou em uma casa de idosos e viu na instalação do centro uma forma de prestar um serviço diferenciado. “Aqui não se perde o vínculo familiar”, acrescenta. O funcionamento é das 7h às 18h, de segunda a sexta-feira. Os custos variam conforme o pacote, que pode ser integral nos cinco dias da semana, ou optar por frequentar o centro em alguns dias, inclusive em um turno.

Há um dormitório masculino e um feminino para eventual soneca

Durante o dia são desenvolvidas atividades que estimulam a integração e o raciocínio. Angela acrescenta que pela manhã são realizados os cuidados de enfermagem, conforme a necessidade do idoso, exercícios físicos e alongamentos, que podem ser acompanhados por música. Elas esclarecem que o atendimento é a pessoas que não sejam totalmente dependentes, ou seja, não se estende a quem esteja acamado, por exemplo. À tarde conta com atividades recreativas, como jogos, artesanato, dança com alongamento, entre outras. “Proporcionamos o atendimento da forma como gostaríamos que nossos idosos fossem tratados”, resume Angela.

Desenhos dos idosos, na parede, decoram a sala

Claudir Francisco Cemin, 65 anos, passa o dia no Centro de Conveniências Geriátricas e gosta do ambiente. Ele se distrai assistindo a televisão e participando das atividades propostas. Entre o que mais gosta de fazer, cita jogar dominó, dançar e pintar. Angela acrescenta que o Centro conta com profissionais parceiros e oferece atendimento especializado, mediante agendamento, em reik, yoga, acupuntura, massoterapia, cone chinês e psicóloga.

A opção por Montenegro
As duas não moram no município, Cátia reside em São Sebastião do Caí e, Angela, em Pareci Novo. A opção por instalar o Centro de Conveniências Geriátricas Arcanjo Miguel em Montenegro se deve ao potencial de demanda nessa área, uma vez que é o maior município da região. As duas se conheceram através do Clube Amigos do Bem, do Caí, constituído por voluntários que realizam trabalhos sociais.

Cátia é formada em Ciências Contábeis, tem curso de gestão financeira e experiência como gerente de loja. Angela é técnica em enfermagem e já trabalhou no atendimento a idosos. Elas juntaram as experiências e o desejo de ter um negócio e abriram na esquina das ruas Santos Dumont com Assis Brasil.

Deixe seu comentário