Na tarde desta segunda-feira, 28, a Administração Municipal realizou o convite ao patrono e ao homenageado do evento literário deste ano

O escritor Mateus Araújo e o advogado Ernesto Arno Lauer serão, respectivamente, patrono e homenageado da 19ª Feira do Livro de Montenegro e 14ª Feira do Livro do Vale do Caí, que ocorre de 5 a 9 de outubro neste ano. Na tarde desta segunda-feira, 28, a Administração Municipal realizou, em uma pequena cerimônia, o convite ao patrono e ao homenageado do evento literário deste ano.

Ao receber a notícia, Mateus Araújo disse que não tinha como sintetizar o que sentia. Emocionado, ele recordou de sua origem e do incentivo que recebia do pai. “Sou filho de um motorista de ônibus que gostava de ler Agatha Christie, que comprava livros do Tarzan e da Marvel para mim”, lembrou, em meio às lágrimas. Frequentador assíduo da Biblioteca Pública, Mateus diz que agora carrega o peso do prédio nas suas costas.

Quem também ficou emocionado com o convite foi o advogado e escritor Ernesto Lauer. Ele destaca que não é muito de sair de casa, mas que poderão contar com ele para a produção do evento. “É muito gratificante. Estou altamente sensibilizado por essa homenagem”, ressalta, destacando a felicidade de receber o reconhecimento do seu trabalho. O prefeito Gustavo Zanatta destacou o trabalho de ambos. “São pessoas competentes, pessoas do bem”, enfatiza.

O patrono
Mateus Araújo é natural de Montenegro, técnico em Administração de Empresas, licenciado e Bacharel em Educação Física, pós-graduado em Gestão Cultural e MBA em Gestão de Pessoas e Liderança. Publicou seu primeiro livro, “Notas de um pai grávido”, pela Editora Kazuá em 2015. Em 2021, o escritor lançou seu segundo livro no formato e-book, intitulado “Quase”, que, inclusive, está disponível para download. Além de torcedor fanático do Grêmio, pai e maratonista, Mateus também é colaborador do Sesc/RS, onde atua nas áreas de educação, esporte, lazer e cultura.

O homenageado
Ernesto Arno Lauer, natural de São Leopoldo, é técnico em Contabilidade, formado em Ciências Jurídicas e Sociais. Já atuou como bancário, professor, advogado, consultor jurídico e promotor de Justiça. Além disso, foi vereador nas legislaturas 1973-1976 e 1977-1982, sem contar que trabalhou como assessor jurídico para a Câmara Municipal de Vereadores de Montenegro e outras três cidades. Ernesto também recebeu o título de Cidadão Montenegrino, além de várias condecorações pelo trabalho na área da Infância e da Juventude. Ernesto já foi colunista do Jornal Ibiá e escreve, neste momento, para o Jornal O Progresso. Possui, também, participações em livros como “Imagens que Contam Nossa História” e “Montenegrinho”, em parceria com a escritora Márcia Martiny. (IF)

Deixe seu comentário