Mariloy agradece o reconhecimento de quase 40 anos dedicados ao tradicionalismo

Primeira mulher a assumir a patronagem de um CTG em Montenegro, a funcionária pública Mariloy Petry foi uma das ganhadoras da Comenda João de Barro este ano. Criada pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), a distinção enaltece os serviços prestados por pessoas e entidades, e o amor ao Rio Grande do Sul, traduzidos em atos concretos na defesa, manutenção e promoção da identidade cultural gaúcha. A entrega ocorreu durante o evento de aniversário do MTG, em Canguçu.

As coordenadorias das 30 regiões tradicionalistas indicam os homenageados. Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, o trabalho dessas personalidades colabora para que a cultura gaúcha permaneça forte no Rio Grande do Sul.

Mariloy recebeu a Comenda João de Barro com grande alegria. “O trabalho no Movimento é voluntário. O reconhecimento é a única coisa que nos move, é a contrapartida do trabalho realizado”, explica. Ao longo da história, grandes personalidades receberam essa distinção, como o poeta Barbosa Lessa. “É uma honra ser reconhecida e colocada ao lado dessas grandes pessoas”, reforça.

Mariloy iniciou sua trajetória no MTG em 1981, como debutante no Sarau de Prendas promovido pelo CTG General Osório, em Cacequi. Depois foi primeira prenda em várias entidades, professora de danças e venceu diversos concursos, incluindo os de declamadora, além de participar de invernadas artísticas. Entre 2014 e 2015, foi a patroa do CTG Estância do Montenegro e, atualmente, exerce o cargo de diretora cultural da 15ª Região Tradicionalista.

Deixe seu comentário