Um total de 10 mulheres participaram da primeira noite exclusiva

As mulheres estão, mais do que nunca, reavendo seus direitos e lutando, em todos os espaços possíveis, pela igualdade de gênero. Ideais de liberdade, como falar, vestir ou frequentar os lugares que quiser, nunca foram tão fortes entre o sexo feminino quanto agora. Além, claro, da busca incessante por respeito, salários igualitários, em uma sociedade mais justa.

Seguindo essa proposta de empoderamento feminino, Monique Almeida, 26 anos, proprietária de um bar no bairro Senai, rua Campos Neto, resolveu criar uma noite especialmente de mulheres. “A proposta do encontro é mostrar que a mulher pode estar nos mesmos lugares que os homens, fazendo as mesmas coisas. E o bar é um ambiente machista, muito machista. Eu estou lá diariamente e vejo”, destaca.

A programação de “Mulherada no boteco” inclui um encontro mensal, sempre na primeira quinta-feira de cada mês. A primeira reunião ocorreu na semana passada, quinta, e reuniu 10 mulheres. “E um fato muito interessante que aconteceu foi que chegou um carro com umas 3 ou 4 mulheres que não quiseram entrar, principalmente por acharem que se tratava de um evento fechado só para mulheres. Aí expliquei que a proposta não era essa, e sim ocupar. A reunião significa respeito e liberdade. Todos, independentemente do gênero, no mesmo ambiente”, conclui Monique.

Proprietária de bar incentiva mulheres a frequentarem botecos e quebrar o conceito de local ser para homens

Uma das participantes da primeira edição foi Cristina Lorena de Azevedo de Vargas, 53 anos. “Mulherada no boteco, sim! As mulheres ainda têm que quebrar esta barreira de ir ao bar. E esta aí uma grande oportunidade”, enfatiza.

Ela destaca a importância do projeto para que todas se sintam bem em todos e quaisquer ambientes. “A mulherada está se unindo e chamamos todas nossas conhecidas. Pena que o tempo estava ruim ,pois choveu muito na semana passada.

Mas quem compareceu sabe que valeu a pena. Rimos muito e colocamos o papo em dia. Com uma cervejinha e um entrevero gostoso fica tudo maravilhoso”, termina Cristina.
Para quem se interessar e quiser mais detalhes, o contato de Monique é 51 981167744.

Deixe seu comentário