Desta vez, prefeito não transmitirá o cargo para o presidente da Câmara. FOTO - ACOM PREFEITURA DE mONTENEGRO

De 11 a 14 de fevereiro, o chefe do Executivo estará na capital federal atrás de mais de R$ 5 milhões para 19 obras

Na próxima semana, o prefeito Kadu Müller estará em Brasília, de segunda a quinta-feira, para, entre outros compromissos, visitar o Ministério da Infraestrutura. O órgão acumulou diversas atribuições que cabiam ao Ministério da Integração Nacional, onde a Administração Municipal de Montenegro cadastrou um conjunto de 19 ações de prevenção a desastres naturais. O objetivo é verificar o andamento desses processos, que preveem o repasse de R$ 5,4 milhões a fundo perdido.

A construção do projeto iniciou em abril de 2017, quando a Prefeitura já tinha informações sobre o risco de desmoronamentos no Cais do Porto, que acabaram se confirmando no fim do ano passado. “Esses projetos preveem uma série de ações preventivas na orla do Rio Caí e em áreas de risco junto a arroios, bem como melhorias na canalização de ruas atingidas por alagamentos”, define o prefeito.

Na época do encaminhamento, o prefeito teve o apoio do deputado federal Osmar Terra (MDB), hoje ministro da Cidadania, a quem pretende visitar novamente. Filiado ao Progressistas desde semana passada, Kadu ainda vai pedir ajuda a parlamentares da legenda e ao senador Luiz Carlos Heinze. “Estava tudo aprovado, mas faltava verba”, diz Kadu.

O prefeito também fará visitas a outros setores, como ao Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit). Lá, vai defender que o novo pedágio da Tabaí-Canoas fique em território montenegrino e não no de Nova Santa Rita. “Vamos pedir que os carros emplacados na cidade sejam isentos. Com a praça mais perto da cidade, os montenegrinos poderão trabalhar nela e ainda ficará em Montenegro o imposto referente às operações”, explica.

O prefeito garante que, por princípio, é contrário à cobrança, mas como ela se tornou inevitável, é preciso agir para que a comunidade não seja penalizada e, de preferência, ganhe alguma coisa com isso.

Onde o dinheiro será aplicado

1 – R$ 600.000,00 – Construção de talude na orla do Rio Caí – Parte 1
2 – R$ 400.000,00 – Construção de talude na orla do Rio Caí – Parte 2
3 – R$ 925.000,00 – Ampliação do canal do afluente do Arroio da Cria
4 – R$ 14.000,00 – Limpeza do canal do afluente do Arroio da Cria, entre as ruas Glauco Sá Brito e Hans Varelmann
5 – R$ 150.000,00 – Construção das alas da ponte da rua Hans Varelmann com paredes de gabião
6 – R$ 300.000,00 – Contenção do canal e taludamento do Arroio da Cria – partes 1 e 2
7 – R$ 210.000,00 – Reforço da estrutura da ponte de Santos Reis
8 – R$ 750.000,00 – Ponte nova sobre o Arroio Água Comprida, na Estrada Reinaldo Hoerlle
9 – R$ 245.000,00 – Limpeza do canal do Arroio Água Comprida, aproximadamente 2.180 m a partir da Estrada Reinaldo Hoerlle
10 – R$ 47.000,00 – Limpeza Arroio do bairro Olaria, aproximadamente 2.250 m (Ricardo Lerch)
11 – R$ 40.000,00 – Contenção do canal do Arroio São Miguel, na vila Esperança
12 – R$ 144.000,00 – Limpeza e desassoreamento do Arroio São Miguel
13 – R$ 350.000,00 – Estruturação do trecho final da macrodrenagem do Arroio São Miguel
14 – R$ 120.000,00 – Construção de canalização do Arroio São Miguel
15 – R$ 450.000,00 – Limpeza das galerias da macrodrenagem do Arroio Montenegro (espaço confinado)
16 – R$ 140.250,00 – Limpeza do canal do Arroio Montenegro, do final da macrodrenagem até o bairro Passo do Manduca (céu aberto)
17 – R$ 120.000,00 – Canalização da Rua Buarque de Macedo
18 – R$ 115.000,00 – Canalização da Rua Menino Deus
19 – R$ 300.000,00 – Canalização da Rua Aurélio Porto

TOTAL R$ 5.420.250,00

Deixe seu comentário