Primeira etapa será a colocação dos canos da rede de água na localidade de Faxinal. Foto: arquivo pessoal

Depois de concluída, água da Corsan chegará até a casa dos moradores

A Prefeitura iniciou a colocação dos canos da rede de água que vai abastecer a parte da comunidade do bairro Faxinal que ainda não era atendida com o recurso. Serão contempladas a rua Dionísio Arlindo Chassot e parte da estrada Papa João XXIII, além da localidade de Morro dos Barretos.

A primeira etapa, que está sendo desenvolvida pela Secretaria Municipal de Viação e Serviços Urbanos (SMVSU), em parceria com a Corsan, é a colocação dos canos que levarão água até as residências. O serviço já foi concluído na primeira rua da localidade, a Dionísio Arlindo Chassot, e agora segue pela estrada Papa João XXIII até Morro dos Barretos. “Essa primeira etapa a gente está trabalhando para concluir nos próximos dias. Já foi feita uma parte das ruas, aquela primeira já foi feita, a gente está subindo agora a estrada do Morro do Barretos. A previsão pra terminar essa parte é em torno de 30 a 40 dias, se tudo correr bem”, declara o secretário da SMVSU, Neri Mello Pena, o Cabelo.

A busca por uma solução para o problema da falta de água da comunidade começou em 2010, por meio de uma mobilização através de um abaixo-assinado. No entanto, a primeira resposta para a demanda veio somente em 2017, quando a Prefeitura realizou a perfuração de um poço através do programa do governo do Estado em uma área cedida por um morador, em Morro dos Barretos. Mas após a conclusão do poço, técnicos da Corsan constaram que ele apresentava uma vazão insuficiente para atender a demanda da comunidade.

A solução encontrada agora pela Prefeitura, em conjunto com a comunidade e Corsan, foi estender a rede de abastecimento da estrada Selma Wallauer até o outro lado da BR-470, levando água para os moradores. Mas para que o recurso chegue até o local vai ser necessária ainda a transposição por baixo da BR-470, interligando com a rede que está sendo construída agora pelo Município. Esse processo será feito por uma empresa terceirizada especializada nesse tipo de trabalho, mas que ainda não foi contratada pela Administração.

Em agosto desse ano, o secretário de Desenvolvimento Rural, Ernesto Kasper, já havia adiantado ao Ibiá que a colocação dos canos da rede de água iniciaria até o final de setembro. Na ocasião, o secretário também destacou que a expectativa da Prefeitura é finalizar todo o processo da rede de água antes do início do Verão, que é o período de mais escassez. “A preocupação é que a comunidade não pode ficar sem água, então finalizando a colocação dos canos e a transposição a comunidade já pode ir até a Corsan a solicitar o ligamento de água”, apontou Kasper.

Deixe seu comentário