Máquina vai auxiliar na colheita do milho destinado à alimentação do gado. Foto: IMAGEM ILUSTRATIVA: SENAR/SC

propriedades terão o equipamento à disposição, agilizando a rotina

A Prefeitura de Montenegro vai firmar a concessão de uso de uma colheitadeira de forragens para a Associação dos Produtores Rurais de Muda Boi. A concessão é de cinco anos, podendo ser prorrogada por mais cinco, e teve autorização da Câmara de Vereadores na quinta-feira, dia 29. A máquina será usada para colher e moer o milho destinado à alimentação dos bovinos, criação que vem se desenvolvendo na localidade do interior.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Rural, Ernesto Kasper, a colheitadeira do Município, quando em poder da pasta, atendia a alguns produtores sob demanda, mas estava com más condições de funcionamento. “Nós ajustamos ela e encaminhamos para a cessão de uso pois, com os produtores, será melhor usado e aproveitado”, justifica o secretário.

A praticidade do equipamento, de acordo com o presidente da associação, Carlos Koch, permite reduzir um trabalho que, se manual, levaria quase um dia inteiro, para cerca de 30 minutos. Poderá ser usada pelas 35 propriedades associadas à entidade. “O milho é colhido por dezembro e não teria porque todos os associados terem ela”, explica o líder do grupo.

Koch relata que a entidade de agricultores foi formada em 2019 justamente com o objetivo de buscar incentivos parecidos; e inclusive ir atrás de emendas parlamentares para o desenvolvimento da comunidade. O presidente cita o exemplo do grupo de Sanga Funda, já do lado pertencente a Triunfo, onde a associação local conta com todo um parque de máquinas em contratos de cessão de uso. “É um sistema que funciona. O associado pega o implemento engraxado e limpo, usa, paga uma taxa e devolve, engraxado e limpo”, destaca.

Toda a manutenção, no tempo de concessão, será de responsabilidade da associação. “É um começo”, destaca o empreendedor rural. “Nós também queremos fazer um parque de máquinas e tentar que funcione não só para a nossa localidade, mas nas outras. É gerar progresso pra comunidade”. A entidade planeja um dia de campo, quando da entrega da colheitadeira, para mostrar um pouco do dia a dia dos agricultores de Muda Boi.

Deixe seu comentário