Mariana Linden Amaral, Márcia Regina Kranz e Jorge Moises Griebeler estão entre os parceiros do alimento saudável

Em casa. Delivery de vegetais orgânicos, pães e bolos é a nova opção em Montenegro

A combinação entre as crises econômica e de saúde deixarão menos sequelas em que foi criativo. E entre as comodidades que surgiram em Montenegro, principalmente pelo sistema delivery, o grupo Cesta Viva tem sua relevância na oferta de comida saudável. Na porta de casa, o consumidor recebe hortifrutigranjeiros orgânicos, agroflorestais e biodinâmicos, além de panificados integrais, chás, óleos essenciais e sinergia de óleos essenciais, PANC’s – plantas alimentícias não convencionais -, e itens de artesanato. Tudo fresquinho, sem veneno, produzido por pequenos agricultores da região.

Delicadeza e capricho na apresentação dos bolos e pães confirma o comprometimento do grupo

A parceria une Sítio Terra Viva Alimentos Florestais de Montenegro; EcoNoah Artigos Ecológicos; Sítio Peixinho da Horta; Família Kranz; e Cruz del Sur, projeto de produção artesanal que integra as iniciativas Granola da Mari e Cervejaria Rural Tierra Purpurea. Uma união gira em torno do objetivo de oferecer produtos diferenciados com ênfase na qualidade, além de resgatar procedimentos tradicionais em sua elaboração.

A motivação para criar a Cesta Viva foi ajudar na boa alimentação das pessoas através de produtos saudáveis e nutritivos; além de promover uma expansão da consciência humana. Já a motivação mais concreta surgiu em março, quando decretos afetaram o comércio e restringiram a circulação de pessoas. “E estávamos em meio de uma das piores secas da história recente, então vimos a urgente necessidade de nos fortalecermos”, diz o texto assinado pelo coletivo Cesta Viva.

A ideia foi coordenar o que produzir e estabelecer um meio de distribuição direta entre produtor e consumidor. E o grupo alicerça sua inspiração no pensamento do escritor russo Liev Nikoláievich Tolstói (1828-1910). “Os pensamentos de enormes consequências costumam ser sempre singelos. A minha ideia é que se as pessoas corrompidas se organizem e constituam uma força, as honradas devem fazer o mesmo. Pois é fácil.”

Logística do bem e da eficiência
Para reunir tantos empreendedores, o grupo Cesta Viva precisou criar um plano de logística. Ele inicia pelo estabelecimento de prazo para os clientes enviarem sua encomenda. Estas são repassadas então aos produtores parceiros, e cada um organiza a colheita ou produção dos itens demandados, cumprindo sua promessa de produtos sempre frescos. O terceiro passo é todos se encontrarem para juntar os produtos e iniciar as entregas.

As colheitas e produções são feitas no dia da entrega, que é realizada pelos próprios parceiros do Cesta Viva

Por enquanto, a lista de ofertas é enviada e as encomendas são recebidas por WhatsApp. Mas o grupo já trabalha para ingressar no Instagram e formas de para aceitar pedidos com uma plataforma online. Outra expansão nos planos é a tele-entrega em municípios vizinhos.

Contato com a Cesta Viva
Os pedidos ao Cesta Viva são recebidos através do aplicativo de mensagens WhatsApp (51) 997-240-485, ou pelo perfil do Instagram @cesta_viva, até o meio-dia das quintas-feiras. As entregas são realizadas nas sextas-feiras à tarde, somente em Montenegro, pelo próprios integrantes do coletivo.

Cores na caixa do Cesta Viva promovem qualidade de vida

Parceiros envolvidos
Terra Viva Alimentos florestais – Montenegro: trabalha com técnicas da agricultura sintrópica que busca imitar os processos naturais de formação de uma floresta, que parte desde a placenta que é a formação e estruturação do solo até o estágio de abundância, onde todas as frutíferas produzem. Recuperou áreas degradadas e plantou florestas de alimento;

EcoNoah Artigos Ecológicos – Montenegro: fornece produtos fabricados por mães empreendedoras, como absorvente femininos e fraldas ecológicas, pomadas e desodorantes naturais a base de óleos vegetais, óleos essenciais, tudo produzido com respeito e amor a natureza;

Sítio Peixinho-da-Horta – Pareci Novo: alimentos orgânicos e biodinâmicos (certificação orgânicos – biodinâmico em processo);

Família Kranz – Montenegro: alimentos agroflorestais com manejo biodinâmico; resgatando a conexão do ser humano com a natureza, o Universo;

Cruz del Sur
Granola da Mari e Cervejaria Rural Tierra Purpurea – São José do Sul: oferecer produtos diferenciados, colocando especial ênfase na qualidade e resgatando procedimentos tradicionais na elaboração dos mesmos.
*há outros parceiros orgânicos, como o Sítio das Acácias, fornecendo morangos.
* possuem certificação biodinâmica – Demeter pela Ecocitrus – e certificação orgânica pela rede Ecovida.

Deixe seu comentário