Encontro discutiu os problemas financeiros na área da saúde

A crise na área da saúde e os reflexos no Hospital Montenegro foram discutidos em uma reunião no gabinete do prefeito Kadu Müller, na tarde de sexta-feira, 30. Durante o encontro, o diretor do HM, Carlos Batista da Silveira, solicitou reajuste no valor mensal repassado pela Administração Municipal referente ao pronto atendimento.

Nos dias atuais, a prefeitura repassa R$ 365.554,095 por mês. De acordo com a Administração Municipal, os repasses à casa de saúde estão em dia, mesmo com o cenário de dívida do Estado junto ao município. Conforme a prefeitura, são R$ 4,5 milhões devidos para Montenegro e R$ 7 milhões para com o hospital.

O prefeito Kadu disse que vai analisar a demanda do HM e mensurar a possibilidade solicitada. “É um momento delicado e não queremos deixar o Hospital mal. Vamos continuar brigando e defendendo o HM que tão importante é para nosso município”, afirma.

Deixe seu comentário