Segundo a Administração Municipal, a equipe já esteve no local e constatou que possivelmente a edificação tenha sido erguida irregularmente sobre uma galeria. Foto: arquivo pessoal

A montenegrina Maria Goreti da Silva Lauermann está preocupada quanto a um problema que vem tirando o sossego dentro da sua própria casa, localizada na rua Glauco de Sá Brito, no bairro São Paulo. Desde fevereiro deste ano, há uma cratera dentro de seu pátio. Se trata de uma galeria de esgoto e água pluvial que fica ao lado da residência, mas tem criado um buraco que aumenta cada vez mais de proporção. A moradora já tem ao menos dois protocolos em aberto com a Administração Municipal. “Estamos com muito medo que vai cair mais terra. Com chuva, sempre cai mais. Já estiveram aqui, não fizeram nada e a situação piorou. Meu Deus, onde ficam nossos direitos?”, indaga.

Após contato via assessoria de imprensa, de acordo com o diretor do Departamento de Serviços Urbanos, Wesley Simões, a equipe já esteve no local e constatou que possivelmente a edificação tenha sido erguida irregularmente sobre uma galeria. Ainda, segundo a pasta, o problema está sendo previamente analisado no campo jurídico e ambiental e a moradora foi chamada para apresentar alguns documentos, que ainda não foram entregues. Por fim, o diretor afirma que havendo legalidade para fazer a obra, o serviço será executado, provavelmente, por empresa terceirizada contratada pela Prefeitura. (IF)

Deixe seu comentário