Proposta de reposição salarial foi decidida em assembleia sindical nessa quinta-feira, 19

Em assembleia sindical realizada na noite da última quinta-feira, 19, na sede do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas Mecânicas, Material Elétrico e Eletrônico de Montenegro, funcionários da Viação Montenegro S/A (Vimsa) e da Silas discutiram a proposta de reposição salarial que será apresentada para a empresa. Os rodoviários aprovaram uma proposta que pede a reposição salarial integral do INPC dos últimos doze meses, tendo como data base o dia 1º de julho. Além disso, os funcionários reivindicam reajustes nos benefícios do ticket alimentação e da cesta básica.

Conforme o representante sindical Moacir Roque de Oliveira, a categoria está há três anos sem receber reposição salarial e a proposta que será apresentada para a empresa visa recuperar, em parte, a perda salarial acumulada nos últimos anos. “Agora precisamos, no mínimo, da reposição inflacionária dos últimos 12 meses. Se não tivermos reposição esse ano vamos fechar quatro anos sem, isso seria um grande prejuízo para a categoria”, aponta. A proposta deliberada na assembleia agora será ratificada pelo sindicato e aprestada nesta semana para a empresa. A partir daí, abre-se a mesa de negociações entre as duas partes. (WM)

Deixe seu comentário