Parecem insignificantes, mas palhetas do pára-brisas garantem visibilidade, condição fundamental para um trânsito seguro. Foto: Reprodução/ Internet

Realizar a manutenção preventiva evita acidentes e garante mais tranquilidade

As férias escolares de inverno estão chegando, motivando as famílias a viajarem. Mas para evitar acidentes ou transtornos, é necessário que o motorista fique atento à manutenção do veículo. E existem peças fundamentais – muitas esquecidas – que pedem atenção, como o caso da bateria.
Logicamente, existem aqueles componentes cuja importância não deixa que sejam esquecidos, como freio e motor. Mas André Luis Schuster, gerente de pós-venda da concessionária Comauto Volkswagen, lembra ainda das luzes – iluminação e sinaleiras -, água do radiador e do limpadores, além da própria palheta do limpador de pára-brisa.

Mas, caso o cidadão não tenha mais tempo ou o dinheiro esteja curto, Schuster aponta como indispensável conferir freios e os limpadores. “Principalmente nesses dias de chuva. A freada e a visibilidade. É uma questão de segurança”, declara.

O inverno traz alterações significativas aos equipamentos e químicos dos veículos. Como o óleo lubrificante, que demora mais pra dilatar devido às baixas temperaturas. Isso acaba por exigir mais da bateria ao ligar o motor, podendo levar a um desgaste excessivo. Garantir a qualidade em um centro automotivo de confiança é a melhor opção para evitar um “apagão”.

Uma dica eficaz é não dar a partida com ar-condicionado e faróis ligados, para não sobrecarregar o sistema elétrico. Aliás, o óleo é essencial para um bom desempenho do veículo, com menos esforço. Ele diminui o atrito das peças e ajuda a refrigerar o motor. Por isso, é importante conferir semanalmente seu nível.

Da mesma forma, é essencial não perder a data de troca do lubrificante e a quilometragem do produto na etiqueta de óleo. Ferramenta cuja importância é indiscutível, os freios pedem atenção especial. A troca do fluido deve estar de acordo com o manual do proprietário, que, de modo geral, estipula intervalo de 40 mil quilômetros.

Já as pastilhas de freio e discos devem ser verificados a cada 10 mil quilômetros. O mesmo intervalo se aplica às lonas de freio (em caso de veículos com freio a tambor na roda traseira), ou ao conjunto discos e pastilhas (em caso de freio a disco nas quatro rodas).

Dicas
Verificação do nível da água
O líquido de arrefecimento é um composto químico responsável pela manutenção da temperatura ideal do motor. O reservatório de líquido de arrefecimento mostra o nível correto por meio de uma marcação, por isso, é importante verificá-lo antes de viajar.

Pneus em bom estado
Andar com os pneus muito gastos é extremamente perigoso, pois além de gerar multas, a prática compromete a aderência à pista. Observe os sulcos do pneu, pois dentro deles estão inseridas pequenas elevações na borracha que funcionam como marcações de segurança. Assim como é preciso ficar atento às pequenas avarias, que podem facilitar rasgos, vazamentos e até desmantelamento da borracha

Checagem da iluminação e materiais
É importante sempre verificar as luzes dos faróis, lanterna e sinalização. É necessário que todas estejam funcionando perfeitamente. Também é fundamental verificar se o macaco, triângulo e a chave de roda estão no carro. É recomenda levar bateria adicional ou banco de carga.

Deixe seu comentário