Situação é mais complicada nos dias de chuva

Em dezembro passado, noticiamos uma queixa dos taxistas do ponto ao lado da praça Rui Barbosa. O ponto não tem abrigo contra o sol e a chuva. Pela falta, muitos clientes em potencial procuravam outros pontos, segundo os motoristas.

Na semana passada, o leitor Martin Lima, também taxista, entrou em contato para registrar a situação do ponto em frente ao Supermercado Imec, no Centro, que passa pelo mesmo problema. “Os taxistas ali, ou ficam no mercado, longe dos carros, ou dentro dos veículos”, colocou. “O único abrigo que dispúnhamos era uma área de um prédio que está à venda e que agora está servindo de abrigo para moradores de rua.”

Na ocasião da primeira reportagem,a Diretoria de Transporte e Trânsito da Prefeitura se posicionou, dizendo que havia um projeto de padronização dos abrigos de táxi. O ponto da Praça Rui Barbosa teria a estrutura instalada ainda no primeiro semestre de 2018. Faltando um mês para o fim do prazo, voltamos a cobrar um posicionamento. Agora não há sequer previsão para a instalação de nenhum abrigo. “Tão logo seja concluído o projeto de padronização, todos os pontos serão contemplados. No momento, não há uma previsão de instalação”, colocou o Diretor Airton Vargas, por intermédio da Assessoria de Comunicação da Administração.

Deixe seu comentário