A quantidade de lixo deixada nas ruas indigna Elione

Pequenas ações podem tornar as ruas mais bonitas e seguras

Roselaine, além de torcer o pé, ralou um dos joelhos

Lixo espalhado pelas ruas e calçadas ruins. A falta de cuidados com a cidade está preocupando moradores tanto de Montenegro, quanto de fora. Elione Loredo Garim, nascida em Santana do Livramento, mora agora em Montenegro e lamenta a falta de cuidados com a cidade, principalmente por parte de outros moradores. “Não sou Montenegrina, mas sonho em ver essa cidade mais habitável e com pessoas com o mínimo de civilidade possível, algo raro no brasileiro nos últimos tempos”, salienta. Em uma das fotos registradas por Elione, na rua Bento Gonçalves, e enviadas ao Ibiá, nota-se lixo espalhado. “Essa é umas das tantas imagens de “porquices” que tenho o desprazer de me deparar a caminho do trabalho, todos os dias. Precisamos tentar melhorar ou a cabeça do povo, ou a cidade em que vivemos.”

Já Roselaine Silva Oliveira reclama de outra questão: as elevações, rebaixamentos e buracos nas calçadas. Moradora de Portão, ela vem para Montenegro comprar em alguns estabelecimentos que não encontra em sua cidade. Mas, Roselaine caiu em uma calçada na semana passada e se machucou. “Como que um deficiente visual vai andar por essas calçadas, se tem elevação do nada? Buraco até nas calçadas, uma loucura”, comenta. Cada proprietário é responsável pela sua calçada.

Deixe seu comentário