Uma das oficinas foi ministrada pelo professor Luciano Rhoden

O fim de semana foi de muita música e troca de experiências com o 2º Encontro de Estudantes de Acordeon que aconteceu na Fundarte, a partir das 8h20min da sexta-feira e 9h do sábado.

A programação incluiu oficinas, debates, ensaios, apresentações e troca de experiências, com objetivo de reunir e integrar estudantes de acordeon de Montenegro e cidades próximas para fazer música em conjunto.

Os ensaios culminaram em apresentações no Teatro Therezinha Petry Cardona, às 20h de sexta, com o Quinteto Persch, e dos alunos e professores participantes, às 17h do sábado, encerrando com chave de ouro ao som do músico Toninho Ferragutti, às 20h.

Um dos organizadores do evento, Adriano Persch, músico do Quinteto Persch, vencedor do Prêmio Circuito Funarte de Música Clássica 2010, destaca a importância dessa troca de informações, estudo e experiências que o encontro proporciona.

“Além de ter muita relevância como educação continuada. E o diferencial desse encontro foi o foco no público infantil, oportunizando mais convivência com o instrumento, mesmo que a carreira de musicista não seja seguida”, salienta.

Com 50 alunos participantes nesta edição, Adriano ressalva o nome do músico Toninho Ferragutti, considerado um talento do acordeon, também compositor e arranjador. 

“Na minha vida, como experiência pessoal, a música exerce um papel primordial. Fez parte da minha formação educacional e como ser crítico, pensante, além de ser a minha profissão. Sou muito realizada e não me vejo fazendo outra coisa”, conclui Adriano.

Deixe seu comentário