Projeto “Alerta! Alerta de enchente” foi premiado na FEPACTI, em Parauapebas, Pará

Premiados na IV Feira de Parauapebas de Ciência, Tecnologia e Inovação – FEPACTI, no sul Pará, os estudantes da Escola Sesi de Ensino Médio Montenegro, João Gabriel Von Mühlen e William Melo, acompanhados da orientadora educacional Leidi Daiane Silva, agora buscam apoio para participar da X Mostra de Ciência e Tecnologia da Escola Açaí (MCTEA), que acontecerá no município de Abaetetuba, no mesmo estado, entre os dias 2 e 6 dezembro.

O projeto, que foi desenvolvido durante a disciplina de Robótica, apresenta um robô que conta com um sensor na sua extremidade inferior para medir o nível de rios. O mecanismo é instalado numa esteira que permite sua movimentação para não ser molhado pela água. A partir de determinado nível, um alerta é enviado por meio de aplicativo de celular avisando que há o risco de o rio transbordar. Assim, o estudo oferece uma possibilidade concreta de, preventivamente, alertar a população quanto ao risco de enchentes.

“Tudo começou com uma brincadeira em sala de aula”, disse o estudante João Gabriel. “Fomos aprimorando a ideia e não imaginávamos que teria essa dimensão”, comemora o aluno, que agora sonha, com o colega, em participar de outras feiras pelo país e exterior.

Na bagagem de volta, além da premiação, os alunos também trouxeram experiências únicas de um lugar, que marcou a viagem dos montenegrinos, pelas diferenças culturais e troca de conhecimentos. “É tudo muito diferente, mas o sotaque foi o que mais nos chamou a atenção, além do clima muito quente”, revela o estudante William Melo. “Conhecemos muitas pessoas, entre estudantes e autoridades do lugar”, completou.

Por onde passa, o projeto “Alerta! Alerta de Enchente!” é reconhecido pelo grande potencial que oferece para populações que enfrentam o problema das cheias no país. Uma prova disso, é que, além de ter sido premiado na FEPACTI, também foi credenciado a participar de mais duas feiras ano que vem. “Claro que a ajuda em dinheiro é muito importante, já que teremos custos de três pessoas, sendo o meu, do meu colega e da orientadora, mas aceitamos também outras formas de contribuição ao nosso trabalho”, destacou o estudante João Gabriel.

Para obter mais informações sobre a proposta, os interessados em auxiliar devem entrar em contato com os estudantes pelos e-mails engenharia.sesi@gmail.com ou joaovonmuhlen@gmail.com.

Deixe seu comentário