O fornecimento de asfalto para obras e serviços em rodovias estaduais já está em condições de ser retomado. Segundo o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, o Estado quitou a maior parte dos valores devidos à empresa Stratura, referentes a 2018. Com isso, a obra na ERS-411 que liga Montenegro, Brochier e Maratá deve ser retomada.

Até o momento, o governo pagou R$ 11,5 milhões dos R$ 13 milhões pendentes com a subsidiária da Petrobras. Com isso, a empresa repassará, num primeiro momento, 400 toneladas do material ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). A autarquia já começou a distribuir o asfalto às superintendências regionais.

Segundo Costella, um cronograma será elaborado junto ao Daer para atender os trechos que estão em piores condições de manutenção. “Vamos definir de forma criteriosa onde aplicaremos as primeiras cargas de asfalto”, salientou o secretário. “O primeiro grande passo foi dado. Agora, temos que definir com urgência onde concentraremos nossas ações, para que possamos devolver as condições de trafegabilidade às nossas estradas.”

Deixe seu comentário