Moradores precisam fechar a casa para almoçar devido ao mau cheiro

Mau cheiro e sujeira são duas das consequências que os moradores da Travessa Capitão Porfírio têm de suportar. O esgoto a céu aberto está sem solução desde fevereiro quando canos foram reinstalados.

Residente na Travessa há mais de 30 anos, o ajudante de pedreiro, Milto de Azevedo Germany, relata que os moradores já ligaram para os órgãos competentes. “A Prefeitura ficou de vir depois do dia 15 de abril e até agora nada”, diz Milto. Segundo ele, uma máquina foi abrir o solo para ser feita a rede de água de uma moradora e arrebentou os canos. “Desde então a água do esgoto sobe para a rua e escorre em todo o caminho. Nós temos que almoçar com a casa fechada, porque o cheiro do esgoto entra e infesta tudo”, comenta.

O diretor do DSURB, Thiago Pinheiro, respondeu que o setor está com diversas urgências, devido às últimas chuvas. De acordo com ele, a situação do local é uma dessas urgências, e será atendida conforme o cronograma.

Deixe seu comentário