Na ocasião, os estudantes da escola conheceram o grupo dos novos pibidianos. Foto: divulgação escola Moojen

Durante um ano e meio, estudantes da Universidade irão desenvolver, através do programa, atividades voltadas para a área das artes na instituição

A Escola Estadual de Ensino Fundamental Dr. Jorge Guilherme Moojen, bairro Zootecnia, deu início às atividades do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência (PIBID), do Ministério da Educação. Ainda na semana passada, um grupo de estudantes da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), de Montenegro, visitou a instituição onde serão desenvolvidas as ações.

No total, são 24 graduandos envolvidos, os chamados pibidianos. Destes, 16 atuarão na escola Moojen realizando atividades de artes visuais e teatro de maneira interdisciplinar, envolvendo as demais áreas de ensino e ampliando o conhecimento em cultura e arte. Entre os objetivos do PIBID, está a promoção e integração entre educação superior e básica das escolas estaduais e municipais de todo o país. Com isso, o programa incentiva a formação de professores em nível superior para a educação básica e colabora para a valorização do magistério.

Cheio de expectativa, o estudante Tiago Martinelli Nogueira

O estudante do curso de licenciatura em teatro, Tiago Martinelli Nogueira, 30 anos, fala sobre a importância do PIBID. “Essa é uma grande oportunidade para os estudantes de licenciatura, uma vez que o programa possibilita uma vivência escolar que muitas vezes não temos”, disse. “As minhas expectativas são as melhores possíveis porque iremos criar laços com os alunos, professores e toda comunidade escolar com quem vamos trabalhar.”

Conforme o estudante, os pibidianos foram divididos em dois núcleos, sendo um de artes visuais e teatro e o outro dança e música. “Os trabalhos iniciaram no dia 6 de agosto, entre reuniões na universidade e contatos com as escolas onde os trabalhos serão desenvolvidos”, explica Martinelli, acrescentando que as atividades tem duração de um ano e meio.

“Além de estarmos dentro das instituições de ensino convivendo com toda a comunidade escolar, nosso propósito é fazer com que as crianças tenham mais contato com as artes interagindo com outras áreas do conhecimento”, completa o pibidiano.

Compartilhar

Deixe seu comentário