Sombra e qualidade da ar estão entre benefícios das árvores. Ruas Osvaldo Aranha, João Pessoa e Buarque de Macedo já foram contempladas

Com mudas plantadas, nova etapa do projeto é conscientizar sobre a importância das árvores

O planeta está precisando de mais árvores; e uma iniciativa recém chegada em Montenegro está tentando abraçar essa demanda. O Projeto Arborizar está juntando empresas do Município para plantar mudas nas principais ruas da cidade;e ainda levar conscientização para os estudantes das escolas montenegrinas. “A gente tem essa necessidade de melhorar a qualidade de vida das cidades, com sombra, o ar e todos os benefícios que a gente sabe que têm o plantio de árvores”, aponta Suzana Eberhardt, uma das responsáveis pelo Arborizar.

A organização tem sede em Canoas e criou o projeto ainda em 2016, tendo Novo Hamburgo como a cidade piloto. Já alcançou Estância Velha, Ivoti e Cachoeirinha. Então, veio para Montenegro, o quinto município a receber a iniciativa. “O nosso objetivo é atingir todo o Estado. Então, nós vamos entrando em contato com as prefeituras e as empresas e, onde vemos que é viável, entramos com o projeto”, explica Suzana. “É nas cidades que nos acolhem”.

O custeio das mudas e da administração é feito pelas empresas da cidade, que abraçam a iniciativa. Em troca, as árvores são plantadas junto de placas que fazem a divulgação de cada marca. É a Arborizar que fica responsável por plantar e pela manutenção da árvore e da sinalização nos primeiros seis meses que seguem o plantio. É o tempo para que a muda fique bem consolidada.

Na primeira edição em Montenegro, a plantação ocorreu no fim do ano passado. Foram plantadas árvores nas ruas Osvaldo Aranha, João Pessoa e Buarque de Macedo, seguindo orientações da secretaria municipal de Meio Ambiente. As empresas Vibra, JBS, Polo Films, Vargas, CVC e Fachin & Ferla foram as primeiras a abraçarem o projeto.

Divulgação é dada como vantagem competitiva para as empresas participantes

“Quando eu recebi o convite, pensei que seria muito interessante para nossa cidade”, conta o contador Vilson Fachin, da Fachin & Ferla. “O Poder Público não consegue fazer tudo ou cuidar de tudo; e as ruas escolhidas estavam precisando de arborização. Se todos adotassem, teríamos uma cidade com muito mais verde”.

Foram cerca de 50 mudas plantadas, de espécies como ipê amarelo, pitanga e araçá. A escolha teve o acompanhamento de engenheiros da organização, que levaram em conta a questão das raízes e de possíveis interferências na rede elétrica.

EDUCAÇÃO

A Arborizar aguarda o início do ano letivo das escolas para, agora, realizar a segunda etapa do projeto, que é a conscientização dos alunos da rede municipal. “Nós fazemos uma distribuição de cartilhas para as crianças e conversamos com elas sobre a importância das árvores”, explica Suzana. “Essa cartilha é bastante trabalhada pelos professores”. A expectativa é que 500 estudantes sejam sensibilizados pela ação educativa.

As edições de plantio são anuais e uma nova deve ocorrer neste ano. A organização deve iniciar, em breve, o contato com as empresas participantes e com potencial de adesão, para definir os novos locais de Montenegro que serão contemplados.

Interessados também podem contatar o Projeto Arborizar pelas redes sociais ou o e-mail: [email protected]

Deixe seu comentário