Material da abertura das valetas ficou na estrada, trazendo transtornos

Na estrada Uruguai, bairro Imigração, em Montenegro uma obra vem trazendo dor de cabeça aos moradores. Um deles entrou em contato com a reportagem e, pedindo para não ser identificado, apontou que se trata de intervenções na rede de efluentes da JBS Aves – que faz fundos com a estrada.

Acontece que, neste trabalho, a empresa contratada para o serviço abriu grandes valetas ao longo da Uruguai e, após, as fechou deixando todo o material excedente na via. Em dias de chuva, vira tudo um “barral” só.

“Eles não estão organizando o que estão fazendo, dificultando o acesso dos moradores até sua casa. Com chuva, nem carro passa”, lamentou o morador, em seu contato com o Jornal Ibiá. Ele chegou a questionar se a empresa recebeu ou não a autorização do Município para realizar tais intervenções.
Contatada, a Prefeitura garantiu que os documentos da obra estão em ordem, inclusive com os devidos licenciamentos ambientais. A contratada pela JBS é uma empresa paulista, que vai redirecionar os efluentes do frigorífico do Arroio Alfama para o Rio Caí, mas que errou na forma em como conduziu o trabalho.

Conforme a secretaria municipal de Obras Públicas (Smop), em contato com a reportagem, o material excedente da abertura das valetas não poderia ter ficado na via.

A empresa, com isso, foi notificada pelo Município, obrigada a retirar todo o material da estrada Uruguai e a substituí-lo por brita. Espera-se que a medida resolva o problema do tráfego. Os moradores agradecem.

Deixe seu comentário