Na avaliação da Serbet, a Faixa Azul do centro é utilizada por mais pessoas entre as 9h30min e 14h30min

Impacto. Balanço inicial da empresa é positivo, mas bandeira vermelha diminui o fluxo

O estacionamento rotativo pago está funcionando em Montenegro desde o dia 15 de junho. Passados 12 dias de cobrança, o balanço feito pela empresa Sistema de Estacionamento Veicular do Brasil (Serbet), responsável pela operação da modalidade no município, é positivo. Em média, 1.400 veículos são monitorados diariamente pela empresa, ou seja, estacionam nas áreas demarcadas em azul.

São 1.160 vagas numeradas e sequenciais na Faixa Nobre. Obviamente, não há possibilidade de 1.400 veículos ocuparem essas vagas simultaneamente. Quem passa pelo Centro, percebe muitos espaços vazios durante a semana. De acordo com Claydson Martins de Morais, supervisor de unidades da Serbet, o fluxo do estacionamento rotativo é maior entre as 9h30min e 14h30min.
A cobrança ocorre de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e também aos sábados, das 8h às 12h. Apesar de sobrarem muitas vagas nas áreas demarcadas no horário comercial, a Serbet tem aprovado o movimento do estacionamento rotativo nessas primeiras semanas. “Surpreendeu positivamente, pois normalmente as ruas demarcadas se esvaziam nos primeiros dias. No início, as pessoas têm receio, por causa das regras, das multas”, avalia Claydson.

Vale lembrar que todos motoristas devem pagar para deixar seus carros e caminhonetes nas áreas pintadas em azul. As motocicletas só podem ficar nos espaços destinados previamente a elas, mas, em compensação, estarão isentas da cobrança. Além disso, não é permitido ocupar a mesma vaga por mais de duas horas. “Ainda não há como mensurar o tempo médio de permanência dos veículos nas vagas”, complementa o supervisor.

Nestes primeiros dias de funcionamento, alguns parquímetros apresentaram falhas e não funcionaram corretamente. Claydson frisa que isso pode voltar a acontecer, já que o sistema do aparelho depende da conexão com a internet móvel. “Quando isso acontece, a orientação é para o monitor ficar próximo do parquímetro, a fim de ajudar os usuários”, salienta. São 17 parquímetros instalados na cidade e hoje, a princípio, todos estão funcionamento normalmente.

Claydson Martins de Morais se surpreendeu positivamente com as primeiras semanas do sistema

Equipe reduzida é reflexo da bandeira vermelha
Atualmente, a Serbet conta com 19 monitores atuando em Montenegro. No entanto, devido às restrições relacionadas à bandeira vermelha, a empresa está com o efetivo reduzido e precisou organizar escalas de trabalho. Hoje, 75% dos funcionários estão nas ruas da cidade. Além disso, a Serbet observa que a maioria dos usuários está optando pelo cartão pré-pago ou aplicativo para realizar o pagamento do estacionamento.

Por falar em bandeira vermelha e nos reflexos da pandemia do novo coronavírus, Claydson percebe, desde a última terça-feira, 23, quando o comércio teve que fechar novamente, uma queda considerável do movimento no Centro. “O fluxo diminui bastante, afeta todo mundo. Em tempos normais, sem pandemia, o movimento estaria bem maior”, declara.
O supervisor de unidades da Serbet ainda pede compreensão da população com os monitores, já que nas primeiras semanas de funcionamento do estacionamento rotativo, houve relatos de funcionários que foram desrespeitados pelos usuários. “Estamos dispostos a ajudar”, completa.

Para entrar em contato com a empresa, basta ligar para o telefone (51) 3253-6529. O horário de funcionamento é das 9h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Deixe seu comentário