Concerto de encerramento do 4º Encontro de Estudantes de Acordeon

Na última semana, a Fundarte promoveu o seu 4º Encontro de Estudantes de Acordeon, que contou com oficinas, palestras e presença do professor chileno e acordeonista Ignacio Hernández. O Encontro deixou claro o amor pelo instrumento e o aprendizado proporcionado pelas diversas atividades realizadas.

Segundo o professor da Fundarte e integrante do grupo de acordeonistas da instituição desde 1999, André Machado, 39, o intuito do encontro anual é fomentar questões didáticas do instrumento. “O foco é o caráter pedagógico, sempre com professores de fora que são convidados. Esse ano foi o Ignacio, do Chile”, explica.

David é amante do acordeon e aprendeu a tocar o instrumento há três anos. Foto: arquivo pessoal David Yuri de Avila

David Yuri de Avila, 24, passou por diversos instrumentos até entender que seu encanto pelo acordeon era também um talento, que não veio de família. Ele cursou piano e violão na Fundarte, mas desde cedo não foi nenhum desses instrumentos que lhe chamou atenção. “Eu queria cursar acordeon, era meu sonho, mas eu não tinha oportunidade. Aí eu consegui uma bolsa na Fundarte e comecei a aprender”, comenta. Ele conta que os estudos em casa são comuns e que o apoio da família sempre existiu.

David participa de aulas de acordeon há três anos. Atualmente, tem como professor Adriano Persch. Ele já participou de três dos quatro encontros de estudantes do instrumento. O músico explica que o evento é sempre de muito aprendizado e lamenta os ainda poucos acordeonistas da região. “O crescimento que o encontro proporciona pra mim é muito grande. Infelizmente ainda vemos poucas pessoas tocando em Montenegro e ainda menos acordeonistas com bastante qualidade e que entendam a parte teórica, não apenas a prática. É bem difícil”.

Por fim, David agradece ao professor convidado chileno Ignacio e elogia a oficina que pôde realizar sob seus comandos. “Eu fiquei meio nervoso, achei que ia ser bem complicado ter essa aula com ele. Mas ele foi muito prático, simples, objetivo e específico. Toca e ensina com muita qualidade”, finaliza.

Deixe seu comentário