Já no final da tarde dessa quinta-feira, 20, a temperatura começou a cair e montenegrinos tiveram de tirar do guarda-roupa casacos mais quentes

Ajuda. Órgãos criam ações de socorro aos necessitados

Uma extensa massa de ar polar – a mais forte de 2020 – ingressou no território brasileiro a partir do Rio Grande do Sul, e baixou bruscamente as temperaturas do País. Para mitigar a situação da população em vulnerabilidade durante a onda de frio severo, a Defesa Civil e a Secretaria Municipal de Habitação, Desenvolvimento Social e Cidadania (SMHAD) de Montenegro colocaram em prática nesta quinta-feira, 20, ações emergenciais voltadas a essa parcela da sociedade.

Está sendo feita distribuição de cobertores, inclusive através das viaturas da Brigada Militar e da Guarda Municipal, para todos que possam estar nas ruas neste tempo. As guarnições também levarão moradores de rua, que tiverem interesse, para acolhimento no Recreo – na rua Capitão Porfírio, 1.575 – Centro – telefone 3632-2275. Inclusive doações de cobertores, agasalhos e alimentos – especialmente leite – e fraldas podem ser feitas à Assistência Social, junto a Secretaria de Habitação.

A iniciativa segue orientação do boletim lançado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, alertando as áreas de Defesa Civil, Assistência Social e Saúde dos municípios gaúchos que se preparam para enfrentar esta forte massa de ar frio que deve durar até este sábado, 22. O alerta é embasado em estudos de órgão oficiais de meteorologia e prevenção de desastres.

A intensa massa de ar frio de origem polar deve provocar temperaturas mínimas muito baixas, inclusive com possibilidade de valores inferiores a 0°C em parte do Sul do Brasil. Na região, a mudança brusca já ocorreu na noite dessa quinta-feira, 20, quando foi marcado 4°C em Montenegro.

A Defesa Nacional apelou para que a população seja alertada, assinalando, especialmente, atenção à população em situação de rua. Existe atrelado uma preocupação com o aumento dos casos de resfriados e doenças respiratórias em meio a pandemia Covid-19, o que vai sobrecarregar definitivamente os serviços de saúde.

Locais de apoio ao cidadão
– Assistente Social – Apolinário de Moraes, 1.705 (quase em frente ao Plantão do Hospital Montenegro) – telefones: 3632-3715 e 9-9853-7103
– Defesa Civil de Montenegro – dentro do Parque Centenário – telefones 3632-4784/ celular 9-9670-2289 Ronda da Guarda Municipal (e telefones de emergência da BM 190, e Bombeiros 193)

Regiões atingidas
De acordo com o alerta, o Sul é a primeira região a ser atingida. A forte massa de ar frio já chegou, trazendo declínio acentuado de temperatura com geadas generalizadas. Além disso, com a umidade remanescente e o frio intenso, há também possibilidade de neve nas regiões serranas do Rio Grande do Sul. A população poderá sentir os efeitos até sábado.

Deixe seu comentário