No Município, entidades como o Sesi, o Senai, o Sesc e o Senac são muito ativas . Foto: Arquivo Ibiá

Ação segue até o final do mês e busca arrecadar 1 milhão de assinaturas

O Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) estão realizando um abaixo-assinado devido a possíveis cortes dos recursos que podem atingir todo o Sistema S por causa da falta de repasses do Governo Federal. As instituições inclusas prestam serviços sociais, culturais, educacionais e ações de saúde, possibilitando o acesso a milhares de brasileiros.

No final de 2018 a proposta do atual governo era um corte orçamentário de 30 a 50%, e agora se fala em extinção do sistema “S”, que abrange diversas instituições como o Sesc, Senac, Senai, Sesi e o Sebrae. Em contato com as unidades do Sistema S de Montenegro, foi afirmado por todos que nenhuma sofre com a possibilidade de encerrar as suas atividades no próximo ano, porém a ameaça de possíveis cortes é real.

Como forma de mobilizar a população em apoio aos serviços prestados pelo Sistema S, até o final de novembro, o abaixo-assinado estará disponível pela assinatura no site Petição Pública (https://peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR113905). “Até o final do mês buscamos colher 1 milhão de assinaturas para extinguir essa ameaça que pode se concretizar. Queremos trabalhar para que, se isso acontecer, a comunidade esteja ao nosso favor”, declara a diretora do Sesc Montenegro, Magda de Azeredo.

Segundo ela, o que ocorre desde o inicio do ano é uma ameaça de cortes do Governo Federal em relação ao Sistema S, mas que nenhuma decisão foi tomada ainda. O Sesc Montenegro continua oferecendo todos os seus serviços, inclusive, ampliando suas atividades no último mês de julho. Já o Senac do Rio Grande do Sul aguarda orientações do Senac Nacional e da CNC – Confederação Nacional do Comércio, que já estão trabalhando para negociar as melhores formas de proceder uma possível mudança nos repasses ao Sistema S.

Os serviços estão regulares
Apesar das ameaças de cortes, e informações inverídicas sobre fechamento que andam circulando, os serviços prestados pelas instituições do Sistema S do município seguem regulares, grande parte com avanços no decorrer de 2019.

Diretor da unidade de Ensino Médio do Sesi Montenegro, João da Silva, relata que a meta até aumentou. “Os atendimentos têm ido muito bem, o nosso contra-turno e a escola têm aumentado o número de atendimentos. A região está bem ativa”, diz. Ele ainda ressalta que recentemente foi aberto o processo seletivo para novos alunos, e o número de inscritos passou o de vagas.

O diretor regional do Senai, Carlos Trein, afirma que a possibilidade de as unidades fecharem é improcedente. “O que acontece é que o Governo Federal vinha acenando com a possibilidade de algum corte das arrecadações compulsórias da indústria e dos outros sistemas, mas isso, se acontecer, será um corte parcial dentro de determinadas linhas, e até onde estamos acompanhando o impacto é absorvível”.

Ele ainda comenta que as atividades da unidade do Senai Montenegro estão muito boas, e que até o momento 775 matrículas já foram atendidas. Atualmente a instituição conta com 407 alunos.

Deixe seu comentário