O passeio dos colunistas sociais pela cidade teve início com um delicioso café da manhã no Hotel Niro

Turismo. Integrantes da Associação dos Colunistas Sociais do Rio Grande do Sul realizaram fun tour em Montenegro

Membros da Associação dos Colunistas Sociais do Rio Grande do Sul (ACORS) e influenciadores digitais de várias cidades do Estado participaram de um fun tour em Montenegro. A iniciativa é da Belo Sul Viagens e Turismo em parceria com a ACORS e integra as comemorações ao mês de aniversário de Montenegro. Ao todo 40 pessoas participaram do passeio pela cidade.

No Porto das Laranjeiras o grupo foi recepcionado pelo poeta e historiador Flávio Patrício Vargas

A recepção ao grupo teve início com um café da manhã no Hotel Niro. Na sequência os visitantes se deslocaram até o Porto das Laranjeiras onde foram recebidos pelo poeta e historiador Flávio Patrício Vargas. Lá eles conheceram um pouco da história da cidade e de dois dos principais pontos turísticos, o Cais e o Morro São João. A Camerata de Violão, do projeto Ação Comunitária, da Fundarte, recepcionou o grupo na Usina Maurício Cardoso, sede do Legislativo montenegrino. Lá eles também receberam as boas-vindas dos vereadores Erico Velten, Joel Kerber, Jose Paz e Felipe Kinn.

O roteiro compreendeu ainda visitas a Estação da Cultura, ao Memorial do Imigrante Alemão e posteriormente as rotas turísticas das Velhas Colônias e Sabores e Saberes. A guia turística Andrisa Mariana ressaltou a importância da vindo do grupo para a cidade. “Eles são formadores de opinião. Essa mídia espontânea que a gente está ganhando vem para somar”.

O prefeito Kadu Müller participou do café da manhã e parabenizou a iniciativa da Belo Sul e da ACORS em trazer o grupo a cidade. “É mais um momento de levar Montenegro além-fronteira. É uma alegria muito grande juntar todos esses colunistas aqui em Montenegro para falar sobre a cidade e levar o que temos de melhor para mais longe”, avaliou.

O titular da secretaria municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Elias Silva da Rosa, também esteve presente. Para ele, eventos como esse vêm ao encontro de projetos da secretaria que visam destacar o potencial turístico da cidade. “Pra nós é bastante gratificante porque é uma forma de colocarmos Montenegro em evidência. Estamos em uma fase de retomada da valorização da cidade. Todas as nossas ações têm o sentido de mostrar uma imagem positiva de Montenegro”.

A ACORS trouxe 40 colunistas e influenciadores digitais para visitar importantes pontos turísticos de Montenegro

Evento gera visibilidade para Montenegro

O projeto de trazer os colunistas sociais para Montenegro nasceu de uma ideia do jornalista da TV Cultura do Vale e diretor de mídias digitais da ACORS, Bernardo Guedes. De acordo com ele, a iniciativa foi possível graças aos parceiros que abraçaram a ideia. “As portas se abriram de uma forma muito fácil porque todo mundo acredita em Montenegro, sabem das belezas e todas as coisas boas que têm aqui”, destacou Bernardo.

O jornalista lembra que o grupo já visitou cidades como Guaíba e Santa Maria. Ter os colunistas sociais e influenciadores digitais no município é sinônimo de visibilidade em todo o Estado, o que deve gerar retorno positivo ao desenvolvimento local. “Como são colunistas de todo o Rio Grande do Sul, acaba que o município é visto em todo o Estado. Isso é importante para movimentar o turismo e o comércio”, acrescentou.

Para o presidente da ACORS Bebeto Azevedo o momento é de confraternização e descobertas. “Queremos conhecer as comunidades onde cada colega atua. Estamos vendo os potenciais das cidades, os lugares mais legais e bonitos. Nosso dia-a-dia é mostrar o que as pessoas e os lugares têm de mais belo. Somos o lado alegre do jornal, temos a missão de divulgar coisas boas”, acrescentou.

Anna veio a Montenegro representar a Federação Brasileira dos Colunistas

Jornalista veio conhecer a cidade onde nasceu
A vinda dos colunistas sociais para Montenegro teve um sabor especial para a jornalista representante da Federação Brasileira dos Colunistas, Anna Dennz, de 52 anos. Ela, que mora em São Paulo há 29 anos, teve a oportunidade de conhecer a cidade onde nasceu.

Em 1966 a família dela morava em Passo Fundo. Durante uma viagem para Porto Alegre, ao passar por Montenegro, a mãe de Anna entrou em trabalho de parto e acabou dando a luz no Hospital Montenegro. Depois disso, até agora, ela não havia retornado a cidade, mas espera voltar em breve. “Estou muito feliz por saber que não se trata de uma cidade à mais no Rio Grande do Sul. É a cidade cultural, onde os pensamentos são voltados à ecologia e ao modo de viver mais saudável. Pra mim, nascer em Montenegro não foi por acaso, espero não ter que demorar mais 52 anos para voltar”.

Deixe seu comentário