Famoso pela banda “Nenhum de Nós”, Thedy Corrêa já está há dez anos no ramo de palestras voltadas ao tema. CRÉDITO – FOTO: THEDY CORRÊA/DIVULGAÇÃO

Na próxima semana, o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) traz à Montenegro um projeto que vem fazendo sucesso pelo Estado há alguns anos. É o “Seminário CIEE-RS” que, na edição montenegrina, tem o tema “O primeiro passo para o futuro da sua empresa”. Gratuita e voltada, principalmente, para empresários locais, a atividade terá a presença ilustre do músico gaúcho Thedy Corrêa, com um workshop que promete inspirar os participantes.

Famoso pela banda de rock “Nenhum de Nós”, desde 2010 Thedy vem aliando sua dedicação às artes com a atividade como palestrante. Uma forma que encontrou de expressar e compartilhar sua experiência de mais de 30 anos de carreira, focando em temas como trabalho em equipe, criatividade, inovação, liderança e gerenciamento de crises.

“Esses são atributos fundamentais para qualquer profissional que enfrenta o mercado de trabalho nos dias de hoje. Os jovens, em especial, precisam dessas ferramentas como diferencial em suas capacitações”, destaca o músico. “Tenho certeza que teremos uma noite muito rica e proveitosa em Montenegro, pois é tudo que o Seminário de Aprendizagem do CIEE busca proporcionar.”

O evento ocorre no Therezinha Petry Cardona, no complexo da Fundarte, e tem início às 19h da próxima quarta-feira, dia 14. Com vagas limitadas aos 195 lugares do teatro, os interessados precisam fazer inscrições prévias pelo e-mail [email protected] ou pelos telefones fones (51) 3632-4188 ou (51) 3363-1000. A atividade tem patrocínio do Banrisul.

Conforme o supervisor do CIEE-RS, Douglas Aprato, a expectativa está alta. Ele espera que o Seminário consiga fazer a diferença junto aos empresários locais, especialmente os que já têm relação com o Centro e a intermediação dos aprendizes e estagiários. “A ideia é trazer a tona o assunto inovação, uma demanda que torna o mundo mais dinâmico e atrativo para as empresas. Vamos trazer motivação e apresentar alternativas que sejam úteis no ambiente corporativo”, destaca.

Deixe seu comentário