Alguns cães ficam na parte da frente e fazem grande barulho Foto: Arquivo pessoal/Fernando Orth

O latido percebido à distância e o mau cheiro em frente a uma casa são algumas das queixas de moradores da rua Ponta Negra, no Centenário. A situação de uma residência onde há dezenas de cães deixa os vizinhos indignados, tanto pelos transtornos como pelas condições dos animais.

 

A professora Magda Dreher Nabinger mora ao lado e não pode deixar as janelas abertas devido ao mau-cheiro. “Já houve acordo judicial há alguns anos”, afirma. A vizinha não poderia pegar mais animais, mas percebe que o número sobe. São mais de 50 cães na casa de Marcia Beatriz Bastos, diz Magda.
Morador próximo, Fernando Orth, também convive com o problema. Ele salienta que nada tem contra os animais e acredita que a situação configura maus-tratos devido às péssimas condições em que sobrevivem. Orth acrescenta que já conversou com a vizinha e também procurou a Prefeitura.

O diretor de fiscalização de obras e posturas da Prefeitura, Jacson Santos de Oliveira, explica que, no final do ano passado, Marcia foi multada em 100 URM, o equivalente a R$ 328,00, mas não pagou. Oliveira afirma que nesta segunda-feira ela será novamente multada no dobro do valor.

Ele reconhece que somente essa atitude não resolverá o problema. Oliveira afirma que contatou a Secretaria de Meio Ambiente e emitirá um comunicado interno também à Vigilância Sanitária, pois acredita que a situação requer uma ação conjunta. Marcia foi procurada, mas não atendeu ao telefone.

1 comentário

  1. Ao invés de criticar ou até mesmo multa- lá, ajudem ela com produtos de limpeza e ração.
    A prefeitura não tem nem vergonha na cara, multa a mulher por tirar os bichos da rua. Ao invés de reclamar AJUDEM!

Deixe seu comentário