Foram 848 quilos de tampinhas entregues na Fiergs, em Porto Alegre. Foto: Divulgação SBE

Gincana. Tampinha Legal, do Lar do Menor, já entregou 3 toneladas de tampas para o projeto

Pode parecer algo simples, mas tampinhas são capazes de ajudar muitas pessoas. A Sociedade Beneficente Espiritualista (SBE) – Lar do Menor é participante do Projeto Tampinha Legal desde junho de 2017, e já conseguiu arrecadar aproximadamente 3 toneladas de tampinhas para a reciclagem.
A ação visa mobilizar a sociedade em torno do descarte adequado de resíduos plásticos, e, nessa terceira entrega da SBE, 848 quilos foram arrecadados em uma gincana entre as suas unidades com o objetivo de incentivar a coleta de tampinhas. Foram quatro meses de envolvimento das famílias das crianças atendidas, além da ajuda da comunidade e dos parceiros da entidade. Para a gincana o Lar do Menor contou com o apoio da Polo Films e Erplasti.

A coordenadora do projeto na instituição, Patrícia Borba, relata que a gincana, além da coleta, teve a proposta de conscientização, pois enfocou o olhar sobre o “lixo” de uma maneira sustentável. “A SBE, como instituição de ensino, tem a preocupação e o cuidado com o meio ambiente e busca mostrar a nossas crianças, de maneira pedagógica, a necessidade da separação do lixo, para onde vai este material e no que pode ser transformado”, diz Patrícia.

Mas como toda gincana, pressupõe vencedor e premiação. A parceira Erplasti fez a doação de um kit de lixeiras seletivas para ser destinado à unidade da SBE que mais arrecadasse tampinhas, durante a gincana. E a vencedora desse prêmio foi a Unidade de Educação Cinco de Maio. As tampinhas coletadas foram separadas por cor e embaladas de forma apropriada, e foram levadas à Porto Alegre, em um dos galpões da Fiergs, onde os recicladores pesam a quantidade entregue e compram o produto.

A Unidade de Educação Cinco de Maio ganhou como prêmio lixeiras para a reciclagem

“Multiplicadores da ideia”
Todo e qualquer tipo de tampas plásticas são aceitas nas doações. Na SBE o ponto de organização para a entrega é no Lar do Menor, com o apoio de funcionários que fazem a separação, e a coordenação e sustentabilidade do local fazem os contatos para entrega.

As unidades da entidade atendem crianças de 0 a 5 anos e a Casa de Acolhimento Menino  Jesus de Praga de 0 a 18 anos, e se engana quem pensa que elas não se envolvem.

“As crianças participam do processo, fazendo coleta em seus lares e com trabalhos pedagógicos que as fazem entender a importância da coleta”, explica a coordenadora Patrícia.

“Nós como participantes dos projetos somos multiplicadores da ideia, então estamos preparados para atendermos as escolas e empresas que desejarem levar ao seus alunos e funcionários uma conversa sobre o plástico no meio ambiente, a economia circular e sobre a importância de recolhermos devidamente o nosso “lixo”, nesse caso as tampinhas”, convida Patrícia.

Entenda o Projeto
A Campanha Tampinha Legal foi lançada no Congresso Brasileiro do Plástico (CBP), uma iniciativa dos três sindicatos do setor – Sinplast, Simplás e Simplavi. Este Programa Socioambiental propõe que entidades assistenciais coletem e separem as tampinhas por cores para após poder ser realizada a entrega, o que resultará em um retorno financeiro saudável para a entidade.

O Programa trabalha a economia circular, onde a tampinha que retorna para a indústria por meio da reciclagem é uma matéria prima de primeira qualidade, dando origem a vários outros produtos, como bancos, painéis para carros, vassouras, baldes, prendedores de roupas, entre outros. O plástico é um material nobre e não deve ser desperdiçado. Após o recolhimento realizado pelo reciclador, em poucos dias este material retorna para a indústria.

Pontos de coleta
– Unidade de Educação Infantil Anita Harres Ferraz (Lar do Menor), bairro Municipal;
– Unidade de Educação Infantil Cléo Heller, bairro Panorama;
– Unidade de Educação Infantil Nilton Moreira Trilhos, bairro Senai;
– Unidade de Educação Infantil Cinco de Maio, bairro Cinco de Maio;
– Unidade de Educação Infantil Hélio Araújo, bairro Promorar;
– Abrigo Menino Jesus de Praga, bairro São João;
– Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC);
– Escolas Municipais;
– Corsan;
– Lá Padoca;
– Print Designer Gráfico.

Deixe seu comentário