Roda dianteira do caminhão de mudanças ficou trancada dentro do buraco do esgoto CRÉDITO: Envio de internauta

Pelo dia 6 de setembro, um morador da rua Carlos Corrêa da Silva, no bairro Santo Antônio, se deparou com um buraco aberto entre sua calçada e a sarjeta, bem em frente à saída de sua garagem. Com dificuldade para passar com o carro, ele entrou em contato com a Prefeitura solicitando o reparo e, pela situação enfrentada, um atendimento de “urgência” lhe foi prometido.

Só que até quarta-feira, dia 19, esse atendimento urgente não veio. No início da manhã, um caminhão de mudanças foi estacionar no local e acabou caído e preso no buraco. O veículo ficou com a “saia” dianteira danificada e não conseguia ir nem para frente e nem para trás. A Prefeitura foi contatada quando o fato ocorreu, mas o caminhoneiro, sem esperar, conseguiu o favor de um conhecido que, com uma retroescavadeira, pôde retirar o caminhão do buraco.

Os servidores municipais, da diretoria de Serviços Urbanos, só chegaram no meio da tarde ao local, já sem o veículo. O diretor Thiago Petry, em nota, explicou que o pedido de reparo no local, mesmo em caráter de urgência, ainda estava na fila. “80% dos trabalhos da Diretoria são em caráter de urgência e de datas anteriores”, colocou. “Os outros 20% (que recebem atenção mais imediata) referem-se a risco iminente e, também, questão de saúde pública, como, por exemplo, esgoto a céu aberto.”

Ao que tudo indica, aliás, é necessário um trabalho de manutenção preventiva urgente em toda a rua Carlos Corrêa da Silva. Só no mês de julho, a diretoria atendeu cinco chamados, em seis dias de serviço, em diferentes pontos da via que estavam com problemas. “Quero frisar que tivemos e ainda teremos períodos chuvosos, desta forma atrasando e dificultando nosso trabalho”, salientou Thiago. Sobre o caso, em específico, o diretor disse ter constatado um problema no cano de esgoto, que fez abrir o buraco.

Deixe seu comentário