Vereadores e funcionários da Câmara com a técnica de enfermagem, Fabiane Caurio e veterinária Ana Paula Araújo

Solidariedade. A iniciativa do Poder Público busca ajudar cães “amigos” que vivem em torno do prédio

Um projeto piloto foi colocado em prática nessa segunda-feira, dia 29, na Câmara de Vereadores de Montenegro. A iniciativa deve se chamar “Câmara Amiga dos Animais”, e surgiu do presidente da Casa, Cristiano Braatz (MDB) e do vice-presidente Juarez da Silva (PTB), juntamente com o apoio dos funcionários. A ideia inicial veio ao observar as condições dos cães que vivem em torno do prédio, em situação de abandono. Essa se tornou uma preocupação do poder público: contribuir para promover uma vida melhor a eles.

Os pets que vivem pelo local já estrearam a novidade

“Nós observamos como é ruim para eles (animais), principalmente com as condições climáticas”, comenta o presidente Cristiano Braatz. No dia da instalação, uma das cadelas que faz parte da “turma” que convive com os funcionários do gabinete entrou em trabalho de parto, ganhando sete filhotes. Ela foi uma das peças-chave para a iniciativa. As autoridades pretendem buscar apoio de voluntários para ajudar na adoção dos filhotes. “Quando os filhotes crescerem e forem adotados, vamos mudar para outro lugar do prédio os comedouros”, fala Braatz. Atualmente, a instalação foi feita na área coberta do estacionamento.

“Se o Poder Público dar o exemplo, isso se reflete na comunidade”, ressaltou Braatz. A manutenção e limpeza do local serão feitos pelos funcionários da Câmara, entretanto, o presidente afirma que a comunidade já efetua doações de ração para os animais, vindo a ajudar no abastecimento dos comedouros instalados.

Toda a iniciativa foi autorizada pela Chefe da Vigilância Sanitária, Silvana Schons, trazendo apenas a recomendação com a higienização dos recipientes, por conta da prevenção ao mosquito Aedes aegypti. Por conta do prédio da Câmara de Vereadores ser um patrimônio histórico, o presidente do Movimento Presenvação do Patrimônio Histórico também foi consultado e autorizou as instalações, sugerindo os lugares para colocar os comedouros e camas.

Deixe seu comentário